Documentação ou livro: qual é melhor?

Essa é uma discussão constante, e nesse artigo venho dar a minha visão sobre qual é melhor, o livro ou a documentação.

Por Programação Pular para comentários
Documentação ou livro: qual é melhor?

Já vi várias discussões sobre esse assunto, muita gente dizendo que um bom livro é melhor do que a documentação oficial, e vice-versa. Sabe-se que existe muita documentação ruim, incompleta e superficial; mas também é fato que existem muitos livros no mesmo nível, e ainda existem livros que nada mais são do que a documentação com um maior volume de exemplos e algumas explicações mais claras.

Uma documentação é a forma utilizada para apresentar e especificar o funcionamento e os recursos de alguma ferramenta ou linguagem. Ela é objetiva, descreve pontualmente o funcionamento e os recursos, um a um, e costuma trazer alguns exemplos de aplicação do recurso ou funcionalidade

O livro, assim como a documentação, apresenta e especifica o funcionamento e os recursos de alguma ferramenta ou linguagem, mas com uma abordagem totalmente diferente. Ao invés de ser pontual e altamente técnico, ele apresenta esses conceitos de maneira mais descritiva e com linguagem mais simples e menos técnica, com um maior volume de exemplos e detalhes, permitindo que alguém sem nenhum tipo de conhecimento da ferramenta ou linguagem possa começar a utilizá-la a partir das primeiras páginas.

Documentação ou livro: qual é melhor?

Assim como não há livro pra tudo, também não há documentação, e em muitos casos não há nenhum dos 2 e o jeito é aprender a usar a ferramenta ou linguagem sozinho, na base da "tentativa e erro".

A documentação é a base de conhecimento e fonte de pesquisa para os profissionais que fazem uso da ferramenta ou linguagem. É mais rápido você encontrar uma informação na documentação do que em livros, uma vez que a documentação, na maioria dos casos, está disponível na internet, e o livro você precisa comprar, ou ficar procurando na internet pra fazer o download ou então arrumar emprestado com um amigo. Em contra-partida, o livro pode trazer informações que são mais fáceis de ser compreendidas, facilitando assim o aprendizado.

Como a documentação é mais pontual e específica, traz tudo bem divido, ela permite maior agilidade no processo de localização da informação, enquanto o livro traz diversas informações em um único capítulo e pra ter agilidade você terá que conhecer bem o livro, e isso implica em ter lido pelo menos umas 2 vezes; mas pode ser que o livro use uma liguagem e didática que tornam a compreensão melhor.

Trazendo o assunto para o cenário do desenvolvimento de softwares, onde temos uma série de linguagens, frameworks, libraries, extensions e muitas outras ferramentas, vamos encontrar muitos livros, em diversos idiomas, de vários autores, com abordagens diferentes e nenhum falando 100% do assunto, tão completo quanto a documentação (que nem sempre é completa também).

Eu estaria totalmente equivocado dizendo que um é melhor que outro, pois na verdade o que importa mesmo é que seja extraído o máximo de conhecimento tanto do livro quanto da documentação. No meu dia-a-dia eu faço uso de documentações e também de livros, pois acontece do conteúdo de um não ser tão esclarecedor, ou eu precisar de uma informação que vai além do conceito técnico. E creio que isso aconteça com vários outros programadores.

Costumo dizer para meus alunos que no início o livro - desde que seja bem escolhido - pode ser mais eficiente no aprendizado do que a documentação, por ser menos técnico e mais detalhista; mas depois de um tempo, quando chegar em um nível mais avançado, a documentação será mais eficiente, pois é impossível saber 100% dos recursos de uma linguagem ou ferramenta. E mesmo que se saiba, sempre surgem dúvidas.

Como o título desse artigo é uma pergunta, não posso terminar sem respondê-la, então deixo a minha resposta aqui e aguardo a sua resposta nos comentários.

Entre a documentação e o livro, o melhor é aquele que esclarecer a sua dúvida ou resolver o seu problema, e principalmente fizer com que seu conhecimento evolua.

Compartilhe com seus amigos:
Jonathan Lamim
Jonathan Lamim Empreendedor digital, ex-programador (decidi abandonar a carreira após 12 anos), especialista em marketing de conteúdo e agora atuando exclusivamente com Marketing Digital, em projetos de Marketing de Conteúdo, produção de conteúdo para internet, além de escrever ebooks e criar cursos ligados ao marketing digital de um modo geral.
FACEBOOK // TWITTER: @jonathanlamimkt
Quer conversar com o(a) Jonathan, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias de Programação
  • Google usa Mulher-Maravilha para ajudar meninas a programar

    Google usa Mulher-Maravilha para ajudar meninas a programar

    Meninas ganham um incentivo extra na hora de aprender a programar, a Mulher-Maravilha.

  • Criando um cadastro de usuário em Java

    Criando um cadastro de usuário em Java

    O objetivo deste artigo é desenvolver uma aplicação em JSE (Java Standard Edition) de inserção de dados utilizando alguns padrões de projeto.

  • Quer aprender PHP? Saiba mais

    Quer aprender PHP? Saiba mais

    Chegou o tão aguardado curso online de PHP do Oficina da Net. Você não pode perder. PHP é uma das linguagens mais usadas no mundo. Os conteúdos que vou mostrar no curso, são exatamente o que você precisa saber para iniciar sua carreira como programador.

  • Formulário de contato em php

    Formulário de contato em php

    Guia do PHP: Aprenda a fazer um formulário em PHP que envia via SMTP autenticado o e-mail para um destinatário.

  • Como fazer um GIF?

    Como fazer um GIF?

    Aprenda a criar um GIF animado de vídeos. Descubra como criar os GIFs, imagens animadas que você vê em na internet.

  • O que priorizar na hora de escolher o hosting para seu site?

    O que priorizar na hora de escolher o hosting para seu site?

    Com o crescimento das ofertas na web, saiba o que você deve levar em consideração na hora de escolher a melhor empresa de hosting para seu empreendimento

  • O que preciso fazer para criar um aplicativo?

    O que preciso fazer para criar um aplicativo?

    Temos visto que desenvolver aplicativos que visam o mercado mobile pode ser mais que uma alternativa rentável, pode colocá-lo no topo, deixá-lo rico. Mas nem tudo são flores, e o aspirante a desenvolvedor de app precisa seguir algumas regras.

  • WEBINAR 3.9

    WEBINAR 3.9

    Venha para o Maker e descubra como tornar o seu negócio mais competitivo.