Oficina da Net Logo

Apple Music passa a oferecer limite de 100 mil músicas na nuvem

Serviço de música da Apple passa a contar com 100 mil faixas.

Por | @oficinadanet Tecnologia Pular para comentários

Os usurários da Apple foram surpreendidos com uma boa notícia. Agora, eles poderão armazenar mais músicas no serviço de música da companhia. A revelação foi feita pelo executivo da Apple, Eddy Cue, que anunciou que os serviços iTunes Match e Apple Music começarão a oferecer até 100 mil músicas na nuvem. Vale notar que o limite anterior era de apenas 25 mil canções.

Apple Music ultrapassa serviço de música do Google em número de faixas.
Apple Music ultrapassa serviço de música do Google em número de faixas.

Com a atualização, os usuários do serviço da Apple contarão com uma biblioteca online maior do que os membros do Google Play, que conta atualmente com 50 mil faixas de armazenamento. No entanto, o Google Play disponibiliza a plataforma de forma gratuita, enquanto os usuários do Apple Music ou iTunes Match precisam pagar pelo serviço.

Serviço de músicas do Google passou a oferecer 50 mil canções neste ano. Apple anuncia 100 mil faixas.
Serviço de músicas do Google passou a oferecer 50 mil canções neste ano. Apple anuncia 100 mil faixas.
Leia em destaque: As tecnologias que morreram em 2018.

Assim, quando o usuário autoriza o iTunes a vasculhar na sua biblioteca de músicas, o software envia o que encontra para o iCloud o que foi adquirido no iTunes Store e o restante, para a nuvem do Apple Music. Ainda é possível fazer o download das faixas e ouvi-las por streaming.

Os usuários, para conseguirem 100 mil faixas na nuvem precisam pagar U$S 24,99 por ano pelo iTunes Match ou US$ 9,99 por mês pelo Apple Music.

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #apple  #musica  #nuvem
Comentários
Carregar comentários