O Facebook sabe sobre os encontros no Tinder

Sugestões de amizades de paqueras do Tinder estão surgindo para usuários do Facebook.

Por | @RafaelaPozzebon Redes sociais

Usuários do Tinder, aplicativo voltado para encontros amorosos, relataram preocupação sobre a privacidade do serviço. De acordo com os participantes, algumas paqueras surgiram como sugestões de amizades no Facebook.

Os casos não aconteceram somente com os frequentadores do Tinder, mas também do Grindr.

O usuário Dale, por exemplo, de 26 anos, relatou que o seu perfil no Grindr não está ligado á sua conta no Facebook, porém, mesmo assim, recebe sugestões de amizades com pessoas que já conversou no aplicativo.

"No Grindr, você controla sua privacidade, você não coloca a sua informação toda ali como no Facebook... você realmente não sabe quem essas pessoas são".

"Eu já tive experiências ruins com pessoas no Grindr - eu não quero que elas descubram meu sobrenome, minha região... é realmente inconveniente".

O Facebook sabe sobre os encontros no Tinder

Leia também:

Shaun, usuário do Tinder, disse à BBC que teve duas sugestões de amizades com quem o único contato no aplicativo havia sido um “match”.

A constatação não acontece somente no Facebook. Alina contou que deu o seu número para um contato que havia conhecido no Tinder. Acabou tendo um encontro, porém, logo esqueceu da paquera. Após um ano, e já com número de celular diferente, o rosto da pessoa acabou aparecendo nas sugestões de contato no Linkedln.

"Eu sou surpreendida pela internet todos os dias... mas este caso em particular me assustou".

A pergunta que fica entre os usuários é o que poderia estar acontecendo.

De acordo com Daniel Cuthbert, diretor de operações da empresa de pesquisa em segurança SensePost diz que toda a questão está relacionada ao número de celular.

Cuthbert disse que entre os vários algoritmos usados pelo Facebook, o site acaba acessando os números de contatos do usuário e os compara com outras agendas. Tal autorização é dada quando o usuário instala o aplicativo.

"O que o Facebook e o Tinder fazem vai pela sua agenda, eles acessam seus números de telefone e correlacionam entre os seus números e os números de outras pessoas - e sugere pessoas baseadas nisso", disse.

O Facebook, por sua vez, diz: "Não usamos informação de outros apps (como Tinder e Grindr) para mostrar sugestões de amizades", disse um porta-voz à BBC.

"As sugestões de 'Pessoas que você talvez conheça' são pessoas no Facebook que você talvez conheça. Mostramos pessoas baseadas em amigos em comum, informações de trabalho e educação, grupos que você faz parte, contatos que você importou e muitos outros fatores".

"As pessoas têm opções que ajudam a limitar como elas são encontradas no Facebook. Por exemplo, você pode filtrar quem te manda pedidos de amizade, e também quem pode te pesquisar no Facebook usando o seu e-mail ou número de telefone".

As sugestões para que isso não aconteça com você, segundo o analista de segurança Paul Amar, é a criação de uma cota falsa no Facebook somente para aplicativos relacionados.

"Não use seu número de telefone verdadeiro ou nome completo, e não relacione essa conta a qualquer um de seus outros perfis online, usando este perfil para toda sua atividade de paquera online".

Um porta-voz do Tinder disse à BBC: "Se você permitir, o Tinder acessa sua lista de amigos no Facebook para estabelecer se você tem qualquer conexão comum com seu 'match' potencial no Tinder".

"O Tinder não fornece o Facebook com informação de 'match' que possa ser usada em recomendações de amizade do Facebook".

"Estamos focados na privacidade de nossos usuários. Porque queremos criar uma experiência segura e confortável para cada usuário. Assim, não compartilhamos informação com o Facebook e o Instagram", disse também o Grindr. 

Mais sobre: facebook, tinder, app
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários