Software que ajuda Stephen Hawking a falar é aberto ao público

Stephen Hawking é portador de ELA (esclerose lateral amiotrófica), que o faz perder todos os movimentos ao longo do tempo.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Como sabemos, Stephen Hawking sofre de uma doença degenerativa que o impede de realizar praticamente todos os movimentos, inclusive, de conversar. Para amenizar o problema, um software foi desenvolvido para ele. Porém, agora, a ferramenta está sendo disponibilizada para qualquer pessoa pela Intel, que é a sua criadora, e o melhor de tudo, de forma totalmente gratuita.

O programa em questão é capaz de interpretar sinais visuais e ainda traduzir em palavras, que serão geradas através de uma voz sintética.

A Intel é a grande responsável por desenvolver o software, que a princípio, foi feito especialmente para Hawking. No entanto, outras pessoas também se beneficiaram com a ferramenta.

Software que ajuda Stephen Hawking a falar é aberto ao público

Leia também:

Stephen Hawking é portador de ELA (esclerose lateral amiotrófica), que o faz perder todos os movimentos ao longo do tempo. Agora, a companhia espera que o ACAT (Assistive Context-Aware Toolkit), que roda no Microsoft Windows 7 e versões superiores, possa receber aperfeiçoamento por pesquisadores que desenvolvem interfaces para pessoas que sofrem de doenças do gênero.

O programa, juntamente com o código-fonte completo foi publicado no site de compartilhamento de programação GitHub.

“A meta de tornar esse projeto open source é permitir que sejam criadas soluções com facilidade. Trabalhamos anos para isso. Nossa visão é fazer com que qualquer desenvolvedor ou pesquisador construa em cima disso, sem precisar reinventar a roda para tal”, afirmou Lama Nachman, líder do programa.

De acordo com a Intel, o software pode executar ainda outras funções além de enviar textos para um sintetizador de fala.

"Temos menus para acessar diferentes partes do computador", disse Lama Nachman, engenheira-chefe. "Se você quer usar o Word, navegar na internet e falar você pode usar o ACAT para isso."

"Também temos um sensor [de movimento] chamado acelerômetro para pacientes que conseguem usar apenas o dedo, e um sistema de botão para quem consegue apertar botões", disse ela.

A Associação de Doenças do Neurônio Motor (MND Association) do Reino Unido elogiou a iniciativa da Intel.

"Ajudar a manter a comunicação de uma pessoa com esta doença pode ser simples como usar papel e caneta. Mas, à medida que a doença avança, as pessoas muitas vezes perdem o uso das mãos também", disse Karen Pearce, diretora de assistência da MND Association.

"É aí que a tecnologia de ponta AAC (Comunicação Ampliada e Alternativa, que auxilia pessoas com dificuldades) pode ajudar, mas é vital que terapeutas de discurso e linguagem avaliem as melhores opções para as famílias."

"Vai ser empolgante ver como vai funcionar essa abordagem de código aberto", diz.

Para baixar o software gratuitamente, clique aqui.

Mais sobre: software intel stephenhowking
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter