Em 12 horas, Xiaomi vende 800 mil unidades de seu novo smartphone

A Xiaomi é conhecida por oferecer smartphones de baixo custo com excelente qualidade. A cada lançamento, empresa abocanha uma fatia maior de usuários.

Em 12 horas, Xiaomi vende 800 mil unidades de seu novo smartphone

Na última quinta-feira (13), a Xiaomi lançou o seu novo smartphone, o Redmi Note 2. Primeiramente, o aparelho chegará às lojas chinesas em duas versões: Redmi Note 2 e Redmi Note Prime.

Ainda não há data de chegada do smartphone ao Brasil, porém, lá fora ele já está fazendo sucesso. Prova disso é que em apenas 12 horas de pré-venda na China, a Xiaomi registrou mais de 800 mil unidades comercializadas do celular.

O sucesso acontece, principalmente, em razão do custo-benefício que a marca oferece no aparelho. No mercado asiático o aparelho começa a ser comercializado por cerca de US$ 125, ou seja,  aproximadamente R$ 440, sem impostos.

A remessa inicial do aparelho já foi comercializada, sendo assim, não há mais aparelhos para venda. A empresa, ao que tudo indica, voltará a aceitar pedidos a partir do dia 14 de agosto, porém, a Xiaomi não informou quantas unidades serão disponibilizadas.

Vários sites internacionais de tecnologia mencionaram que as 800 mil unidades comercializadas em 12 horas representa um novo recorde de venda de celulares no mundo, sendo assim, um grande acontecimento para a Xiaomi.

Confira as especificações do aparelho:

  • Sistema operacional: Android 5.0 (Lollipop) com MIUI 7
  • Tela: 5,5 polegadas
  • Resolução da tela: 1920x1080 pixels (Full HD)
  • Chipset: MediaTek Helio X10
  • CPU: octa-core de 2 GHz
  • GPU: PowerVR G6200
  • Memória RAM: 2 GB
  • Armazenamento interno: 16 GB (expansível)
  • Câmera traseira: 13 megapixels
  • Câmera frontal: 5 megapixels
  • Bateria: 3.060 mAh (removível)
  • Dimensões: 152 mm (altura) x 76 mm (largura)
  • Espessura: 8,25 mm
  • Peso: 160 gramas

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021

Conteúdo relacionado

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021
Celulares

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021

Nem sempre é fácil escolher o smartphone ideal, ainda mais com tantas opções no mercado. Mas e se começarmos eliminando os que não são uma boa opção? Confira 5 modelos que você deve evitar comprar!

Xiaomi e Foxconn juntas na Índia
Celulares

Xiaomi e Foxconn juntas na Índia

A Foxconn, conhecida por fabricar os famosos iPhones e iPads, agora, também fará parceria com a Xiaomi na Índia. O primeiro aparelho fabricado entre a parceria é o Redmi 2 Prime.

Xiaomi quer conquistar o público jovem brasileiro
Celulares

Xiaomi quer conquistar o público jovem brasileiro

Com apenas cinco anos de existência, a "Apple Chinesa", já comercializou mais de 61 milhões de aparelhos, sendo avaliada hoje em US$ 45 bilhões.