A história da aviação

O desejo de voar sempre esteve presente na vida do homem. Ao ver os pássaros em movimento, ainda na pré-história, o homem já devia imaginar como seria poder sobrevoar o seu território.

Por | @RafaelaPozzebon Tecnologia

Porém, o feito só foi atingido vários anos depois. Em um passado não muito distante, o homem conseguiu unir a imaginação e a tecnologia da época para atingir o seu objetivo: voar como os pássaros.

No decorrer da evolução humana e também tecnológica, o homem, por muitas vezes tentou realizar voos, no entanto, sempre mal sucedidos. Algumas pessoas, após tentativas frustradas, acreditavam inclusive, que voar era um feito impossível, e que somente os pássaros conseguiriam. Contudo, o homem nunca desistiu do seu objetivo, e com o passar do tempo projetos saíram do papel, e dos primeiros aviões de madeira, os que conhecemos atualmente, com sofisticados equipamentos e computadores que podem controlar praticamente toda a aeronave.

Os primeiros registros

Entre os primeiros registros sobre a tentativa do homem voar está um de 400 a.C. Archytas, um estudioso da Grécia Antiga, que construiu um pombo de madeira que podia voar em média 180 metros. Acredita-se que tal pombo usava um jato de ar para alçar voo. Este seria a primeira tentativa bem sucedida de voo. Já em 300 a.C. os chineses inventaram a pipa. A insistência do homem em produzir algo que pudesse voar persistiu por muitos anos. Muitos deles acreditavam que se acoplassem “asas” em seus corpos, poderiam voar como os pássaros. No entanto, tais apetrechos parecem não ter funcionado na época.

A história da aviação

O matemático e inventor grego Arquimedes, em torno de 200 a.C. descobriu como os objetos poderiam flutuar na água. A partir de então, vários estudiosos analisaram a descoberta, e em 1920, o inglês Roger Bacon chegou a conclusão que usando as características adequadas o homem poderia construir uma máquina capaz de voar.

O primeiro projeto considerado realmente viável foi do artista e inventor italiano Leonardo da Vinci. Os desenhos criados por ele, que nunca saíram do papel, eram planadores e ornitópteros, ou seja, máquinas que utilizavam o mesmo mecanismo usado por pássaros para voar.

A história da aviação

A ambição de voar

Como vimos, desde que o mundo é mundo o homem possui o desejo de voar. Porém, as tentativas foram muitas, e as experiências frustradas também. Obviamente que todos os projetos, mesmo que não bem sucedidos serviram de base para o aperfeiçoamento, e com os erros do passado o homem conseguiu chegar até o sistema de voo atual.  

Entre 1700 e 1900, muitos inventores tentaram construir um objeto voador, nomes como Bartolomeu de Gusmão, que alçou voo em 1709 com um balão de ar quente, foi um dos que fez história. Em 1783, em Paris, o doutor Jean-François Pilâtre de Rozier e o nobre François Laurent d’Arlandes, voaram em voo livre por oito quilômetros em um balão de ar quente inventando pelos irmãos Montgolfier.

Porém, foi somente no século XIX, em 1852, que o primeiro dirigível foi inventado. A máquina era mais leve que o ar e o seu cursor podia ser controlado através de lemes e motores. Após o surgimento dos balões e dos dirigíveis, a ideia era desenvolver uma máquina que fosse mais pesada que o ar e que pudesse voar através de seus próprios meios. Surgiram então os planadores. Alguns funcionaram, outros, porém, não tiveram o sucesso esperado.

Na década de 1880, nomes como Otto Lilienthal, Percy Pilcher e Octave Chanute ganharam notoriedade com seus planadores. Lilienthal é considerado o primeiro homem a fazer um voo planado controlado, ou seja, que o próprio piloto controla a aeronave.

A história da aviação

A chegada dos aviões

No século XIX foram realizadas várias tentativas para confeccionar um avião que pudesse decolar através de seus próprios meios. No entanto, a grande maioria não teve êxito.

O inglês Willian Henson, em 1843, foi o responsável pela primeira patente de uma aeronave equipada com motores, hélices e uma asa fixa, sendo assim, um avião. Porém, Henson acabou desistindo de seguir com o projeto.

Samuel Pierpont Langley foi outro nome importante no mundo da aviação. O americano conseguiu realizar alguns voos não-tripulados bem sucedidos, porém, ao tentar o voo com um piloto, a sua aeronave não teve o desempenho esperado.

Santos Dumont e os Irmãos Wright

Ao pensarmos sobre o relato do primeiro voo tripulado com sucesso vem à mente em primeiro lugar o nome Alberto Santos Dumont, considerado pela grande maioria, e até estudado, como o pai da aviação. No entanto, ainda há controvérsias sobre quem realmente ganha os créditos do primeiro voo.

A história da aviação
Santos Dumont.

O primeiro voo que foi registrado publicamente foi realizado por Alberto Santos Dumont, em Paris, com o seu 14-Bis. Santos Dumont tinha por costume realizar e demonstrar todos os seus experimentos publicamente, o que garantia um bom número de testemunhas.

Ao contrário de Santos Dumont, os irmãos Wright mantinham os seus voos sigilosos, sem a presença de muitas testemunhas. Eles queriam guardar todas as informações em sigilo para que pudessem patentear a sua invenção. Em alguns países os irmãos Wright são considerados os primeiros a conseguirem voar em uma máquina mais pesada que o ar. No Brasil, Santos Dumont ganhou a fama de Pai da Aviação, e em alguns países o seu nome não costuma ser mencionado.

A história da aviação
Primeiro voo dos irmãos Wright

Orville Wright e Wilbur Wright, na década de 1890, estudaram o que foi possível sobre aviação. Em 1899 os irmãos começaram a construir planadores. Em 1902, porém, os irmãos Wright quiseram confeccionar um avião mais pesado que ar, daí surgiu o Flyer (Voador, em tradução livre).  Em 17 de dezembro de 1903, em uma praia da Carolina do Norte, os irmãos Wright realizaram o que seria o primeiro voo de um aparelho voador controlado e mais pesado que o ar. Com o passar dos anos, os irmãos aperfeiçoaram ainda mais o seu projeto, e em 1910 realizaram o primeiro voo comercial do mundo.

A história da aviação
Irmãos Wright.

Santos Dumont também marcou a história da aviação. Em 29 de junho de 1903, Aída de Acosta, pilotou o dirigível nº 9 de Santos Dumont, e assim se tornou a primeira mulher a pilotar uma aeronave.

Já em 23 de outubro de 1906, Santos Dumont realizou um voo público em Paris, com o famoso avião 14-Bis. A aeronave percorreu uma distância de 221 metros.

A história da aviação
14-Bis.

Vale notar que o Flayer dos irmãos Wright precisava de catapultas para alçar voos. Já o 14-Bis, de Santos Dumont, não precisava de nenhum artifício para chegar ao ar. Além do 14-Bis, Santos Dumont foi o responsável por desenvolver o primeiro ultraleve, chamado de Demoiselle.

Primeira Guerra Mundial

Após os primeiros aviões terem sido demonstrados, muitos outros surgiram ao longo dos anos. Porém, foi na Primeira Guerra Mundial, que os aviões começaram a serem usados em larga escala. A Itália foi o primeiro país a usar aviões com finalidade militar. Durante tal período a tecnologia empregada nos aviões teve avanços significativos. Inicialmente, os aviões carregavam apenas o piloto, e após, mais um lugar foi incluso.

A história da aviação

Com a chegada da Segunda Guerra Mundial, a tecnologia avançou ainda mais, e os aviões começaram a ser usados em maior proporção e também com capacidade de transportar mais pessoas. Com o fim da Segunda Guerra, a aviação comercial começou a se desenvolver. E a partir de então, cresceu. Em 1952 foi introduzido o primeiro motore a jato nos aviões, o que impulsionou o transporte comercial.

No final do século XX, a Boeing e a Airbus passaram a dominar o mercado mundial de grandes jatos. Já em 2009, começar a voar os gigantes Airbus A-380, com capacidade para 500 passageiros.

A história da aviação

Como vimos, a evolução do avião foi bastante grande. Dos pequenos aviões, com apenas lugar para o piloto, aviões de grande porte que podem transportar um número grande de passageiros. Certamente, com o passar do tempo teremos aviões ainda mais equipados tecnologicamente, e cada vez mais seguros. Como esse relacionado aqui ao lado! 

Você pode se interessar também em ler a seção de Histórias Digitais que temos aqui no site. Acesse e confira.

A história da aviação

Mais sobre: aviao, historia, santosdumont
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários