Carro autônomo do Google: 11 acidentes em seis anos

Que o Google já vem testando seu projeto de carros autônomos, isso quase todo mundo sabe, mas também acredito que muitas destas pessoas não sabem que os moradores da Califórnia, nos Estados Unidos, estão com medo destes carros.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Isso mesmo, com medo, nesta última segunda-feira, 11 de maio, surgiram informações de que muitos dos carros testados estão se envolvendo em acidentes. Os carros autônomos do Google já estiveram envolvidos em 11 acidentes desde o início do projeto, há seis anos.

De acordo com o diretor do programa, Chris Urmson, existe atualmente uma equipe de condutores testando uma frota de mais de 20 veículos, percorrendo mais de 2,7 milhões de quilômetros até o momento, onde ele destaca dizendo que: “O carro autônomo não foi à causa do acidente em nenhuma destas 11 vezes; se você passar tempo suficiente nas ruas, acidentes acontecerão, mesmo você estando em um automóvel comum ou em um carro autônomo”, disse ele ao blog “Medium” do site de notícias de tecnologia Backchannel.

Carro autônomo do Google: 11 acidentes em seis anos

Na oportunidade, Urmson disse que os carros autônomos foram atingidos na traseira em oito vezes, principalmente quando paravam em semáforos e muitas destas vezes em ruas de cidades e não em rodovias. No post, Urmson ainda afirmou o seguinte: “Todas as experiências malucas que tivemos na estrada foram muito valiosas para o nosso projeto; temos um processo de revisão detalhado e tentamos aprender algo em cada acidente, mesmo que a culpa não tenha sito nossa”.

Para o Google, os principais indicadores de colisões significativas são realizados pelo comportamento dos condutores e que esses comportamentos não surgem nas estatísticas oficiais, mas criam situações perigosas para todos.

Perguntado sobre a continuação dos testes, Chris Urmson respondeu que: “Continuaremos sim a dirigir milhares de quilômetros para que possamos entender melhor os acidentes comuns que fazem com que muitos de nós, não queiram mais dirigir no dia-a-dia, assim sendo, continuaremos a trabalhar para desenvolver um carro autônomo capaz de assumir esse fardo para nós; infelizmente ainda não vivemos em um mundo perfeito...”.

Mais sobre: Google, Carros, Estados Unidos
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar