Físico promete máquina do tempo para reencontrar seu pai morto há quase 60 anos

O professor e físico da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, Ron Mallett, quer construir uma máquina do tempo para assim conseguir reencontrar seu pai que morreu há quase 60 anos. Na época Mallett tinha apenas 11 anos de idade.

Por | @oficinadanet Ciência

Em nota, Mallett explica o seguinte: “Eu devo isso ao meu pai, pois tudo o que sou hoje e tenho, devo a ele, em virtude de sua morte, fiz a mim mesmo uma promessa de que vou descobrir um jeito de conseguir modificar o tempo usando como base o trabalho de Albert Einstein”.

Ron Mallett encontra-se hoje com 69 anos de idade e boa parte de sua vida foi dedicada ao estudo do tempo e espaço, desenvolvendo equações derivadas das leis criadas por Einstein. Assim, o professor e físico da Universidade de Connecticut quer arrecadar cerca de R$ 810 mil para realizar o sonho de viajar no tempo com uma máquina. Pelo menos é o que ele pretende mostrar  a todos.

Mas Mallett não está sozinho nesta realização de seu sonho, ele conta com a ajuda de um amigo, o físico Chandra Roychoudhuri, que está desenvolvendo alguns protótipos da máquina do tempo baseados em sua teoria. O modelo atual esta sendo baseado em uma máquina que contém anéis de laser verde-incandescentes que circulam dentro de um tubo de vidro.

Segundo a teoria de Einstein, o espaço pode ser “torcido”, então o tempo também pode, formando uma série de loops, deixando de ser linear e se tornando uma estrada circular que pode ser percorrida em ambos os sentidos, passado e futuro.

Para explicar melhor a teoria de Einstein, Mallett usa como experiência uma xícara cheia de café, onde ele diz o seguinte: “Imagine uma xícara de café, esse mesmo (café) representa o espaço vazio, a colher que entra em sequência, é o laser que agita o espaço, já o grão de café (nêutron) que cai dentro da xícara, cria um redemoinho em seu vórtice, assim sendo, um turbilhão intenso que criar torções e voltas sobre si mesmo”.

Em entrevista a Bloomberg, Ron Mallett informou que manteve seu trabalho sobre sua viagem ao tempo em segredo por muitos e muitos anos, pois existia um receio muito grande da comunidade científica acreditar que ele era louco. Ele só resolveu revelar seu estudo após apresentar uma equação que foi publicada em 2001.

Físico promete máquina do tempo para reencontrar seu pai morto há quase 60 anos

Assim, outros renomados cientistas começaram a acreditar em sua teoria, bem como um dos mais importantes físicos do mundo na atualidade, Kip Thorne, que foi o principal consultor dos roteiristas de “Interestelar”, filme que explora ideias sobre viagens no tempo.

Agora é esperar para ver se as ideias de Mallett estão certas e torcer para que ele consiga realizar o seu grande sonho.

Mais sobre: Ciência Física Cientistas
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo