Cuidado! Vídeo de Dilma Rousseff debochando dos protestos é golpe

Através de link falso, cibercriminosos pretendem roubar dados bancários de brasileiros.

Por | @RafaelaPozzebon Segurança digital

Após os protestos ocorridos em várias cidades no Brasil no último dia 15, inúmeros vídeos sobre o fato se espalharam pela internet. Dentre eles, um de Dilma Rousseff, que diz exibir cenas da presidente debochando da situação.

Porém, o vídeo em questão é falso, e não passa de um meio de disseminar golpes bancários por cibercriminosos. O alerta foi feito pela ESET, desenvolvedora de antivírus e também outras soluções de segurança online. Conforme a empresa, o vídeo é destinado ao público brasileiro, e já recebeu centenas de cliques. Através do vídeo, os cibercriminosos têm como objetivo instalar um malware Trojan na máquina do usuário, que poderá ser usado para capturar dados bancários, através de um e-mail com um link de instalação.

O vídeo foi identificado por pesquisadores do Laboratório da ESET, que perceberam o golpe sendo disseminado rapidamente entre os usuários brasileiros através de e-mail. No assunto do e-mail aparece o tema: "Revoltante Dilma Rousseff debochando: 16/03/2015". Na mensagem o assunto é sobre a presidente do país, e indica aos internautas que para assistir o vídeo é necessário baixar o arquivo HTML.

Cuidado! Vídeo de Dilma Rousseff debochando dos protestos é golpe
Mensagem contida no falso e-mail.

Leia também:

Infelizmente, por curiosidade, muitas pessoas acabam clicando no link de acesso. Porém, o que poucos sabem que tudo não passa de um golpe. O link direciona para um download no Dropbox, o serviço de armazenamento em nuvem, que pode salvar no computador um arquivo com um arquivo contendo o vírus do tipo Cavalo de Tróia. A ESET identificou o malware com o nome de: MSIL/Torjan/Downlaode.Banload. 

Identificado o problema, fica o nosso alerta sobre os sérios problemas que o vírus pode causar, já que tem como objetivo principal roubar dados bancários do usuário.

Camilli Di Jorge, Diretor da ESET no Brasil, salienta que para se proteger é preciso muita cautela na hora de verificar e baixar arquivos em e-mails. "Os usuários precisam ficar atentos a esse tipo de golpe. Além de manterem um sistema de segurança instalado e atualizado no computador ou qualquer outro dispositivo de acesso à Internet, nunca devem clicar em links ou anexos de fontes não confiáveis", disse.

Mais sobre: segurança, vírus, dilma rousseff
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.