Vice-presidente do Google bate recorde mundial de salto na estratosfera

Executivo do Google quebra recorde. Gigante das buscas não teve participação no feito.

Por | @RafaelaPozzebon Tecnologia

O vice-presidente sênior de conhecimento do Google, Alan Eustace, de 57 anos, no último final de semana, saltou de um balão gigante que flutuava na estratosfera a uma altura de mais de 40 quilômetros sobre o estado norte-americano do Novo México. O executivo conseguiu conquistar um recorde mundial de altitude.

Vice-presidente do Google bate recorde mundial de salto na estratosfera
Balão usado pelo executivo.

Eustace subiu 41.420 metros em um balão na manhã da última sexta-feira (24). A Paragon Space Development foi a responsável por projetar o traje especial pressurizado e também o sistema de suporte à vida. A empresa relatou que o salto aconteceu após cerca de 30 minutos “experimentando as maravilhas da estratosfera”.

O executivo do Google ficou em queda livre por cerca de quatro minutos e meio e após aterrissou a pouco mais de 112 Km do ponto de partida. Toda  a queda teve duração de 15 minutos e o feito chegou a ultrapassar a barreira do som, realizando o chamado "sonic boom”. Durante a queda, Eustace chegou a velocidade de 822 milhas por hora, e seu "sonic boom" pôde ser escutado pelas pessoas que estavam no chão. 

"Em queda livre rápida, Alan experimentou um curto período quase sem peso e dentro de 90 segundos havia ultrapassado a barreira do som", informou a Paragon.

"Sempre me perguntei: e se fosse possível projetar um sistema que permitisse que humanos explorassem a estratosfera com tanta facilidade e segurança como fazemos no oceano?", disse Eustace, segundo a Paragon.

O antigo recorde pertencia ao austríaco Felix Baumgartner em 14 de outubro de 2012, que saltou sobre o Novo México a uma altura de  39.045 metros.

Vale notar que o Google não teve qualquer participação no projeto do executivo. Para realizar a façanha, Eustace trabalhou por três anos silenciosamente no projeto.

Mais sobre: recorde, estratosfera, google
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários
Continue lendo