Sonda indiana entra na órbita de Marte

Sonda indiana procurará metano, para confirmar a existência de vida em Marte.

Por | @oficinadanet Ciência

A Sonda Mangalyaan entrou nesta quarta-feira (24) na órbita de Marte com sucesso. A sonda partiu no dia 5 de novembro de 2013 e tem como objetivo estudar a superfície, topografia e atmosfera do Planeta Vermelho.

O feito foi confirmado pela Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO). Com o sucesso de sua primeira sonda marciana, o país asiático já é considerado a quarta potência que conseguiu chegar a Marte.

A Mangalyaan, além de estudar a superfície, atmosfera e a topografia do Planeta Vermelho ficará responsável por encontrar metano, um dos indicativos da existência de vida.

Narendra Modi, o primeiro-ministro da Índia, que estava presente no centro de controle do ISRO no momento da chegada da sonda a órbita de Marte, afirmou que o país conseguiu “quase o impossível”.

Sonda indiana entra na órbita de Marte
Imagem do lançamento do foguete que enviou a sonda para Marte em novembro de 2013

"As probabilidades estavam contra nós. Das 51 missões que se lançaram até agora apenas 21 tiveram sucessos. Nós conseguimos", disse o líder.

"Conseguimos em nossa primeira tentativa. A ISRO desenvolveu este engenho espacial no tempo recorde de três anos, e todos os indianos estão orgulhosos de vocês", disse Modi.

Agora, a Índia se une aos Estados Unidos, Rússia e Agência Espacial Europeia na conquista de Marte.

 "Damos o parabéns ao ISRO por sua chegada a Marte! MarsOrbiter se une às missões que estudam o planeta vermelho", escreveu a agência especial americana em sua conta no Twitter.

A missão indiana foi desenvolvida em 15 meses, um tempo recorde. De acordo com dados do ISRO, mil cientistas estiveram envolvidos no projeto, que teve custo de US$ 73 milhões.

A Índia, até então, conta com mais de 100 missões desde a fundação do centro há pouco mais de meio século.

Mais sobre: Índia sonda Marte
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo