Apple está na lista negra do governo chinês

Governo chinês proibiu a compra de vários produtos da empresa norte-americana Apple; a medida é dada como forma de proteger o país contra a espionagem.

Por | @oficinadanet Segurança digital

De acordo com informações publicadas em vários sites internacionais, entre eles o TeK Sapo.pt, dizem que o governo chinês proibiu a compra de equipamentos da toda poderosa Apple para os órgãos da administração pública.

Em uma lista divulgada pelo próprio governo, estão alguns dos equipamentos que não poderão ser adquiridos de forma alguma; são eles: iPads, iPads mini, Macbook Air, Macbook Pro e mais seis produtos da Apple estão nesta lista. Essa medida segundo o governo Chinês é uma forma de proteger o país, pois existe dentro do governo um receio muito grande de que produtos norte-americanos possam estar trabalhando a favor do governo dos Estados Unidos, assim sendo, estão impossibilitados que sejam adquiridos com dinheiro público.

Mesmo sendo uma informação confidencial, a mesma foi confirmada por funcionários estatais chineses que pediram para não serem identificados, onde segundo eles, os aparelhos estavam presentes na listagem de junho fornecida pela Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma e o Ministério das Finanças da China.

Leia também:

Mesmo que não haja ligação direta com o caso de espionagem onde o ex-técnico da CIA, Edward Snowden, revelou o amplo esquema de espionagem americano, fica uma dúvida de quanto à medida afetará o não uso de equipamentos por questões de segurança e quanto poderá afetar a venda dos aparelhos da Apple junto ao consumidor comum do país em questão.

Só para ter uma ideia, no último trimestre fiscal da Apple, a China foi responsável por 16% de sua receita e a venda de iPads no país foi 50% superior as vendas no mesmo período do ano passado. Vale salientar que a China hoje é vista como o mercado a ser dominado pelas grandes companhias, tudo isso devido ao grande número de potenciais usuários.

Com tudo isso quem ganha é o produto nacional, onde nos últimos dias a Xiaomi foi coroada como a empresa que mais vendeu em território chinês, atingindo a quinta colocação mundial na venda de smartphones.

Mas não é só a Apple que está sofrendo restrições no país asiático, em maio o governo chinês também restringiu o uso do sistema operacional Windows 8, da Microsoft em seus equipamentos, e na última semana surgiram boatos de que as companhias de segurança Kaspersky e Symantec também foram proibidas de terem seus programas instalados nos equipamentos do governo Chinês.

Mais sobre: Apple, espionagem, lista
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.