Oficina da Net Logo

Cientistas desenvolvem Internet super veloz para a Lua

Transmissão de dados entre a Lua e a Terra será bem mais veloz.

Por | @oficinadanet Ciência Pular para comentários

Os cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, juntamente com os engenheiros da Agência Espacial Americana (NASA), estão desenvolvendo uma tecnologia baseada na comunicação a laser, que permite a transferência de dados e vídeo de alta definição da Terra à Lua.

O experimento foi testado, durante 30 dias, em outubro do ano passado, no sistema Lunar Laser Communication Demonstration (LLCD), e assim, é capaz de fornecer comunicações de alta velocidade entre os astronautas e estações da Terra.

Os pesquisadores contam com quatro telescópios no deserto do Novo México, nos Estados Unidos, cada um com apenas seis centímetros de diâmetro, prontos para prover a um satélite em órbita na Lua com acesso super veloz.

Leia também: Leia em destaque: Smoot, a piada que virou uma medida do Google.

De acordo com informações do MIT, o experimento deu certo, ou seja, transmitiu dados para a Terra a 622Mbps (bits por segundo) e, no outro sentido, em 19.44Mbps.

A Nasa ainda espera que lasers possam deixar a comunicação com as missões no espaço ainda mais velozes, que usam rádio para falar com a Terra. Além disso, o uso de equipamentos com lasers é mais leve do que a de rádios.

Os equipamentos em questão criam uma ligação terrestre a laser. Conforme os pesquisadores, é possível que a tecnologia chegue até Marte, algum dia. Os pesquisadores darão detalhes sobre o sistema e seu desempenho em junho, durante uma Conferência da entidade científica The Optical Society.

MAIS SOBRE: #ciencia  #lua  #terra  #internet
Comentários
Carregar comentários