O que fazer para evitar curto-circuito na rede elétrica doméstica

Veja algumas dicas pra não deixar a rede elétrica de sua casa comprometida e, consequentemente, sua vida também.

Por | @oficinadanet Segurança digital

Quando uma casa é projetada, o sistema elétrico também é planejado. Porém, no decorrer do tempo é comum que algum problema ocorra ou mesmo seja necessário fazer alguma expansão. Justamente nesses momentos que o perigo de curto-circuito e incêndios são mais suscetível. No geral, muitas pessoas optam por reformas rápidas e com pessoas sem o conhecimento necessário para o caso. Assim, para evitar qualquer dano maior em sua casa, veja como evitar acidentes relacionados com a falta de cuidado nas adaptações e alterações na rede:

OBS: Vale ressaltar que a instalação elétrica de uma residência precisa seguir as normas de segurança estabelecidas pela NBR-5410 da ABNT.

Fios

Com o tempo os fios acabam se deteriorando também. Por isso, caso consiga ver algum fio amassado, corroído, ou qualquer alteração que não julgar saudável, saiba que está na hora de serem substituídos. Para isso, chame um especialista.

Outro detalhe importante é a temperatura dos fios dos aparelhos. Caso você perceba um aquecimento fora do normal é necessário chamar um especialista para fazer uma análise mais precisa.

Se por acaso sentir qualquer cheiro de fio queimado ou mesmo fumaça, não hesite em chamar um profissional da área. O ideal é revisar toda fiação elétrica da casa a cada cinco anos.

O que fazer para evitar curto-circuito na rede elétrica doméstica

Tomadas

Com a grande demanda de aparelhos eletrônicos é normal que não haja tantas tomadas para eles em uma casa. Por isso, muitas pessoas optam pelo famoso "T", ou benjamim. Porém, saiba que ligar vários aparelhos em um só local pode causar curto-circuito e até um incêndio. Portanto, o melhor é usar um aparelho de cada vez na tomada. Uma boa opção para este tipo de situação é comprar uma régua com várias tomadas; elas nada mais são que uma extensão da tomada, só que a maioria contém também um fuzível - que tem a missão de desligar a tensão caso haja um pixo de energia, evitando que os seus equipamentos se danifiquem.

O que fazer para evitar curto-circuito na rede elétrica doméstica

Também é necessário ter cuidado ao ligar um aparelho na tomada, nunca ligue um fio sem flecha diretamente na tomada. Do mesmo modo, jamais desligue um aparelho puxando-o pelo fio.

As tomadas e disjuntores devem ficar longe de pias, torneiras, enfim, de locais úmidos. Porém, caso seja necessário o uso, sempre tenha muito cuidado ao ligar um aparelho. Certifique-se que o local esteja seco e que não há risco de contato com algum líquido.

Uma dica importante e valiosa, quando for sair de viagem, desligue todos os aparelhos eletrônicos da tomada.

Disjuntor e Fusíveis

O disjuntor é um dispositivo de proteção usado em circuito elétrico. Assim, quando o desarmamento de disjuntores ocorre com frequência na sua casa significa que a instalação elétrica está sobrecarregada. Nestes casos, chame um profissional para averiguar a situação. Outro sinal de sobrecarga na rede é a queima de fusíveis com frequência.

O que fazer para evitar curto-circuito na rede elétrica doméstica
Disjuntor velho vs. Disjuntor novo

Choque

Sofrer choques não é normal. Assim, ao perceber que o registro do chuveiro elétrico ou mesmo a porta da geladeira está causando este problema, saiba que a rede elétrica da sua casa está com problemas. Neste caso, chame um profissional com urgência. 

Lembre-se que ao realizar qualquer manobra que envolva ajustes na fiação, consertos, e até troca de lâmpadas, desligue disjuntores e a chave geral. É aconselhável também que você utiliza calçados emborrachados para evitar qualquer contato com o chão.

O que fazer para evitar curto-circuito na rede elétrica doméstica

Com os cuidados acima é possível prevenir muitos acidentes domésticos e até possíveis curtos-circuitos e incêndios. 

Mais sobre: eletricidade o que fazer dicas
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo