EUA quer recuperar confiança de internauta

Hoje, durante a abertura da conferência internacional NETMundial, os Estados Unidos defenderam a recuperação da confiança do usuário de internet, depois do escândalo de espionagem envolvendo o país, reveladas por Edward Snowden.

Por | @nmuller99 Segurança digital Pular para comentários

 Quem fez o discurso foi Michael Daniel, assistente especial da presidência e coordenação de cibersegurança dos Estados Unidos, para autoridades de cerca de 85 países.

"Acreditamos que temos que recuperar a confiança do usuário de internet prejudicado por revelações não autorizadas", apontou Daniel. Durante o evento as delegações dos países buscarão convergir em diversos pontos para redefinir a regulação de internet e o rumo da rede. Veja mais notícias sobre a NSA.

Entenda o caso:

De acordo com um slide de apresentação vazado por Edward Snowden e publicado pela Agência de notícias holandesa NRC, a NSA foi responsável por contaminar 50 mil redes de computadores no mundo, incluindo no Brasil. A NSA usou um programa malicioso, que foi inserido em computadores para poder roubar informações, mostrou o noticiário. No slide é possível ver através de pontos no mapa os locais afetados.

EUA quer recuperar confiança de internauta

Esse malwares agem como "células adormecidas que podem ser ativadas com um simples apertar de um botão", disse o jornal holandês. No Brasil, as marcações aparecem nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Porém, pode ser que os locais marcados no país não tenham sidos posicionados de forma correta, já que as regiões Sul e Sudeste, que teoricamente seriam a mais visadas,  acabaram ficando de fora. 

De acordo com a publicação, o ex-agente da NSA diz ter comandado uma equipe de 14 hackers que foram responsáveis por fazer 54 mil invasões para a Agência.

Mais sobre: edward-snowden, NSA, espionagem

Siga nossas redes sociais