Jogos online tornam-se opções rentáveis para diversos setores

Os games possuem um público cativo, que aguarda seus lançamentos ansiosamente e paga mais caro por eles para ter um dos primeiros acessos, fazendo desse um dos mercados mais estáveis da atualidade.

Por | @oficinadanet Games

Com chegada no Brasil agendada para esse mês, o Playstation 4 tornou-se uma das principais notícias na mídia com seu alto preço, 300% maior que o valor de venda nas lojas americanas. Apesar de possuir fãs legítimos, o alto custo dos consoles afasta os consumidores que encontram nas opções online uma plataforma para manter-se jogando.

Sendo os PC’s, hoje, artigos básicos em quase todas as residências, o gasto com o equipamento tornam-se necessários apenas aos mais adictos consumidores de gadgets, que também demoram mais a tornar-se obsoletos. Os jogos, quando não gratuitos, possuem planos mensais que diluem o investimento fazendo-os parecer mais atrativos ou, ainda melhor, são rentáveis. Um caso de sucesso são os sites de poker online como, por exemplo, a gigante FullTiltPoker. Além dos grandes eventos que já promove e que tiraram a marca da internet, o site também aposta em amadores, com conteúdo que ensina as regras e estratégias mais comuns.

Leia também:

A Sony, fabricante do PS4, já demonstrou interesse em cobrar mensalidades pelas versões disponíveis na internet, mas as empresas especializadas não são as únicas que estão de olho nesse novo público. Os jogos online também já está sendo testados como estratégias de marketing.

A empresa de pesquisa americana eMarketer apontou um gasto em publicidade de US$ 295 milhões de dólares com a nova mídia. Da parte dos marketeiros, há um grande interesse no tempo que as pessoas passam interagindo dentro dessa estratégia, muito maior que nos outros meios, praticamente instantâneos.

Leia também:

Propagandas já são comuns se você pensar nas placas estáticas dos games de futebol, por exemplo. Porém, grandes empresas, mesmo brasileiras, como a Petrobrás, já apostam seus orçamentos em “advergames”, criados especialmente para entretenimento dos clientes com resultados positivos, mas sem receita direta para a marca.

Os números da indústria de games já passaram dos 20 bilhões de dólares em 2010 e continua a crescer. As versões online possuem números mais tímidos, mas seu espaço cresce e o custo mais baixo de produção os torna fortemente rentáveis.

Mais sobre: games, online, jogos
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários