Cisco nega envolvimento na divulgação de dados para EUA

Empresa estadunidense, Cisco, nega colaborar com governo norte-americano na divulgação de comunicações de pessoas no mundo todo.

Por | @RafaelaPozzebon Segurança digital

Rob LLoy, presidente mundial de desenvolvimento e vendas da Cisco, afirmou que a empresa não possui qualquer participação na colaboração de fornecimento de dados das comunicações de clientes para o governo dos  Estados Unidos. "Não participamos disso e nem temos interesse. Respeitamos a privacidade nos países onde atuamos", disse o executivo durante a inauguração de um centro de inovação da empresa no Rio de Janeiro.

De acordo com LLoy, os equipamentos da Cisco não contém qualquer vulnerabilidade. Vale notar que de acordo com publicações da imprensa mundial, o “backdoor” seria uma das exigências dos Estados Unidos.

"Há informações incorretas sobre o assunto e estamos trabalhando para esclarecer isso cada vez mais", disse o presidente da Cisco.

Após denúncias de Edward Snowden, ex-prestador de serviços da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos EUA, fabricantes de equipamentos de telecomunicações em geral e também empresas de internet, colaboram com o governo norte-americano na espionagem das comunicações em geral no mundo todo.

Mais sobre: cisco, EUA, privacidade
Share Tweet
DESTAQUES
Mais compartilhados
Comentários