Apple está perdida sem Steve Jobs, afirma CEO da Oracle

Larry Elisson, CEO da Oracle, afirmou em entrevista que a Apple nunca mais será a mesma sem a presença de Steve Jobs.

Por | @RafaelaPozzebon Tecnologia

Em uma entrevista nesta terça-feira (13) a Charlie Rose, apresentador da emissora americana CBS News, Larry Ellison, CEO da Oracle, disse que Steve Jobs “era nosso (Thomas) Edison. Ele era nosso (Pablo) Picasso. Ele era um inventor incrível”.

Ellison também disse que a Apple não continuará sendo a gigante de tecnologia que sempre foi sem a presença de Jobs, que faleceu vítima de um câncer em 2011.

“Bom, nós já sabemos. Já conduzimos esse experimento - já aconteceu", disse o CEO da Oracle referindo-se ao período entre 1985 e 1996 em que Jobs estava afastado da companhia da maçã.  "Vimos a Apple com Steve Jobs", disse, inclinado o dedo para cima, "vimos a Apple sem Steve Jobs", continuou, movendo o dedo para baixo.

De acordo com a biografia escrita por Walter Isaacson, o CEO da Oracle era um dos maiores amigos de Steve Jobs. Eles passeavam juntos, trocavam ideias sobre negócios e ainda tinha algo em comum, ambos foram entregues à adoção.

Para quem conhece a história da Apple sabe que a empresa passou por dificuldades no período em que Steve Jobs não estava presente, porém, quando retornou, a Apple reergue-se para o sucesso.

Ellison, em sua declaração, afirma que a companhia está entrando em uma nova onda de declínio. 

Mais sobre: steve jobs, apple, Oracle
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários