Governo cobra do Google um data center no Brasil

De acordo com a proposta do governo de manter dados da internet no Brasil pode “limitar o acesso dos usuários” a serviços estrangeiros, afirma Google

Por | @RafaelaPozzebon Internet

A nova ideia do governo de querer que as companhias estrangeiras de internet mantenham os dados dos usuários no país, poderá afastar os brasileiros dos serviços internacionais. Essa pelo menos é a primeira informação que o maior site de buscas do mundo repassa a mídia, após o diretor-geral da empresa no Brasil, Fabio Coelho, estar reunido com o ministro das Comunicações Paulo Bernardo em Brasília ontem, terça-feira, 23 de julho.

De acordo com o comunicado, estiveram na reunião também reunidos executivos de outras companhias; nesta reunião o ministro Bernardo debateu uma série de assuntos com os empresários, entre esses assuntos, uma possível visita do ministro das Comunicações a sede do Google, em Mountain View, nos Estados Unidos.

Além desta possível visita do ministro a sede do maior site de buscas do mundo, assuntos como o Marco Civil e a privacidade de dados de brasileiros que usam os serviços do Google também foram debatidos. Dentre todos os assuntos, foi também cobrado por parte do governo brasileiro, a implantação de servidores da companhia em nosso país, nos mesmos moldes que existem hoje no Chile.

Ainda de acordo com o comunicado divulgado pela assessoria de imprensa do Google, a mesma repassou também a informação de que se o Brasil continuar com a ideia de exigir que os dados de usuários sejam mantidos aqui no país, isso poderá limitar o acesso de serviços de empresas dos Estados unidos e outros países.

Entretanto, o Google também disse acreditar na importância da votação urgente do Marco Civil, onde no comunicado estava escrito o seguinte em relação a este assunto: “O Google sempre apoiou o Marco Civil, que foi planejado de forma democrática com o objetivo de garantir uma internet aberta, global e inovadora; tratando-se de uma lei importante para proteger a liberdade de expressão e a capacidade da internet de gerar crescimento econômico”.

Mais sobre: google, brasil, marco civil
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.