Fendas nas dunas de Marte podem ter sido provocadas por gelo seco

Sulcos que foram encontrados no solo de Marte devem ter sido provocados por gelo seco, acreditam os especialistas.

Fendas nas dunas de Marte podem ter sido provocadas por gelo seco

De acordo com uma pesquisa divulgada pela Agência Espacial Americana, Nasa, os sulcos encontrados no solo de Marte podem ter sido provocados pelo deslizamento de blocos de CO2 congelados, ou seja, gelo seco. A sonda Mars Reconnaissance Orbiter captou imagens recentemente de marcas nas dunas do Planeta Vermelho.

Serina Diniega, cientista do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa em Pasadena, na Califórnia, e principal autora do estudo, publicado pela revista Icarus, disse que sempre sonhou ir para Marte. "Agora eu sonho em fazer snowboarding nas dunas de areia marciana sobre um bloco de gelo seco", disse a especialista.

Os sulcos que foram encontrados nas encostas de Marte, que foram chamados de voçorocas lineares, possuem largura de alguns metros e ainda contam com bordas elevadas. No entanto, ao contrário do que ocorre na Terra, as ranhuras de Marte não possuem detritos no seu final.

Os cientistas acreditam que tais sulcos encontrados em Marte são formados durante o início da primavera.

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021

Conteúdo relacionado

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021
Celulares

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021

Nem sempre é fácil escolher o smartphone ideal, ainda mais com tantas opções no mercado. Mas e se começarmos eliminando os que não são uma boa opção? Confira 5 modelos que você deve evitar comprar!

Curiosity: sonda da NASA captura imagens de nuvens brilhantes em Marte
Ciência

Curiosity: sonda da NASA captura imagens de nuvens brilhantes em Marte

As imagens revelam que essas nuvens estão situadas em maior altitude que o normal e formadas em época do ano incomum, o que pode determinar a sua formação composta por CO2 congelado.

Histórico! China pousa com sucesso seu rover Zhurong em Marte
Ciência

Histórico! China pousa com sucesso seu rover Zhurong em Marte

Na última sexta-feira, 14 de maio, a ciência chinesa teve um bom motivo para comemorar, já que pela primeira vez conseguiu pousar com sucesso o seu rover Zhruong, enviado a Marte em julho de 2020.