Estudo diz que Rei Ricardo III foi enterrado às pressas

Estudo afirma que o Rei Ricardo III foi enterrado às pressas. Indícios disso é que a sua sepultara não estava condecorada e que suas mãos estavam amarradas. Além do mais, o esqueleto continha múltiplas fraturas.

Por | @oficinadanet Ciência

De acordo com pesquisadores da Universidade de Leicester, na Inglaterra, o sepultamento do Rei Ricardo III ocorreu às pressas. Os cientistas, que são os responsáveis por encontrar a ossada o Rei, publicaram o primeiro artigo acadêmico sobre o estudo do corpo do monarca.

Conforme os cientistas da Universidade, a sepultura foi mal preparada, o que indica que seu enterro aconteceu de forma rápida. Outro indicativo da pressa é que o Rei Ricardo III foi enterrado com a “mínima reverência” e ainda em uma “posição estranha”. Os cientistas também acreditam que suas mãos estavam amarradas.

Os especialistas, para autenticar a veracidade da descoberta, realizaram datação por carbono, como também testes de DNA e exames de raio-x.  Eles também compararam as observações que haviam feito com informações que foram estabelecidas por especialistas em armas e traumas, como também de estudiosos do padrão de vida e também dieta dos medievais.

Ricardo III reinou na Inglaterra entre 1483 e 1485. O monarca faleceu durante a batalha de Bosworth e estava enterrado em um atual estacionamento, local que havia uma capela. Tal capela havia sido destruída no século XVI e desde a data não havia indícios sobre a sua localização exata.

O estudo foi divulgado na publicação especializada Antiquity e foi realizado por vários cientistas liderados pelo arqueólogo Richard Buckley. 

Mais sobre: Rei Ricardo III enterro pressa
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo