Informática como tecnologia de aprendizagem

Considerando a atual configuração da era digital, ressignificada pelas TDRs1, inúmeras ferramentas estão disponíveis para potencializar as capacidades intelectuais dos indivíduos. Há alguns anos, existiam apenas livros, jornais e revistas impressos.

Por | @oficinadanet Internet

Considerando a atual configuração da era digital, ressignificada pelas TDRs1, inúmeras ferramentas estão disponíveis para potencializar as capacidades intelectuais dos indivíduos. Há alguns anos, existiam apenas livros, jornais e revistas impressos.

Atualmente, tem-se um leque de possibilidades: bibliotecas online, base de dados, sites especializados, filmes, imagens, livros eletrônicos (e-books), enfim, os recursos são inesgotáveis para acesso e consulta ampliando largamente as fontes de informação. A informática está presente em salas de aula e em outros ambientes educacionais. Educandos utilizam computadores para inúmeras tarefas devido à facilidade de comunicação e acesso às informações na realização de pesquisas e trabalhos escolares.

Informática como tecnologia de aprendizagem

As ferramentas da informática têm como principal função facilitar a vida dos sujeitos nas tarefas cotidianas, através da aplicabilidade de recursos, utilizando-se da linguagem escrita para interagir com a mente humana. Nesse contexto, computadores conectados tornam-se uma excelente ferramenta educacional, ampliando as condições do educando em descobrir e desenvolver novas habilidades intelectuais, tornando a aquisição e construção do conhecimento um processo mais prazeroso.

O computador passou de uma mera máquina de escrever sofisticada para uma das principais fontes de informação para as pessoas, independente de idade, situação social, escolaridade, etc. Nesse contexto, os computadores podem ser utilizados como “instrumentos para trabalhar e pensar, como meios de realizar projetos, como fonte de conceitos para pensar novas ideias” (PAPERT, 2008, p.158).

Em função disso, novos modelos de espaço dos conhecimentos emergentes, abertos, contínuos, em fluxo, não lineares, devem ser construídos, reorganizando-se de acordo com os objetivos e contextos. Por conta do dilúvio que se passa, configurado no grande fluxo de informação, tornou-se evidente e tangível que o conhecimento passou para o lado do intotalizável e do indominável (LÉVY, 1999, p.146).

Uma tecnologia presente na era digital que potencializa o fluxo de informações é o ciberespaço, veículo de comunicação, cuja informação é processada em tempo real, de forma interligada e globalizada. Ele é um instrumento de comunicação incomparável, pois à medida que se acessa uma informação, extraem-se daí diversas outras informações, podendo essas ser mostradas em outras janelas multimídia, oferecendo uma gama de possibilidades.

Assim, evidencia-se que, na medida em que um simples usuário ou educando utiliza os mecanismos disponíveis no hipertexto alicerçado nas ferramentas ou programas de computador, incondicionalmente manipula uma série de programas que estão diretamente ligados à racionalidade, estabelecendo, assim, certa interação entre tecnologia e intelecto (LÉVY, 1993, p.54).

O ciberespaço, com a condição de proporcionar aos sujeitos uma interatividade que, por sua vez, amplia a troca de experiências e de informações que, a posteriori, transformam-se em conhecimento, posiciona-se como uma ferramenta fantástica que possibilita ao seu usuário interagir com uma infinidade de indivíduos (espalhados pelo mundo), instituições, empresas e outras que fazem parte desse novo contexto.

O ciberespaço, a cibercultura e os computadores contribuem de uma forma expressiva no desenvolvimento, exteriorização e modificação de algumas funções cognitivas do ser humano, como memória, imaginação, percepção e raciocínio (LÉVY, 1993, p.55).

Nesse sentido, as TDR's podem potencializar os processos de ensino-aprendizagem, uma vez que os sujeitos se apropriem das mesmas. Nos próximos artigos, vamos abordar conceitos aqui citados, como cibercultura, ciberespaço, tecnologia digital de rede, dentre outros, sempre mostrando o potencial destas para a educação.

Mais sobre: tecnologia edução informatica
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar