Apple pede desculpas aos chineses por confusão com garantias

Nesta segunda-feira, Tim Cook, presidente-executivo da Apple, pediu desculpa aos clientes chineses após a confusão sobre a política de garantia no serviço de pós-vendas

Por | @oficinadanet Carreira em TI

Nesta segunda-feira (1º), Tim Cook, presidente-executivo da Apple, pediu desculpa aos clientes chineses após a confusão sobre a política de garantia no serviço de pós-vendas.

Em uma carta publicada no site da empresa na China, Cook informou que a Apple está revisando as suas garantias para o iPhone 4 e o iPhone 4S e assim, simplificando a explicação sobre a garantias bem como os procedimentos para os consumidores expressarem suas opiniões.

"Nós estamos cientes de que, devido a uma comunicação externa suficiente, alguns consideram que a atitude da Apple é arrogante, desatenta ou indiferente à opinião dos clientes", disse Cook.

"Nós expressamos nossas desculpas sinceras por causar aos clientes qualquer mal-entendido ou temor", complementou.

Na carta Cook anunciou que a Apple irá se responsabilizar por trocar os modelos iPhone 4 e 4S que foram comprados na China em caso de reparos. Além disso, os clientes irão receber uma nova garantia de um ano.

As criticas a companhia da maçã iniciaram no dia 15 de março após a transmissão de um programa sobre os direitos e segurança dos consumidores, na China Central Television.

Mais sobre: iPhone Apple China
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo