Segunda - Feira, 26 de dezembro de 2011; hoje, segunda - feira, um dia ap√≥s o natal, h√° cinco dias para a chegada do novo ano, mas hoje mesmo, a Sony anunciou que ir√° vender por US$ 934 milh√Ķes toda a sua participa√ß√£o na S-LCD.

A S-LCD que √© uma joint-venture da Sony em parceria com a Samsung para produ√ß√£o de telas de cristal l√≠quido, passar√° a partir de agora a ser completamente controlada pela Samsung, que ainda ir√° sim fornecer pain√©is para o uso em TVS da Sony. A parceria foi estabelecida na Cor√©ia do Sul em 2004, onde a Sony detinha cerca de 51% de suas a√ß√Ķes, mas pelo momento que a companhia vem enfrentando, com grandes percas no mercado de TVs, resolveu ent√£o vender sua parte para a parceira Samsung e assim tentar reviver.

A Sony afirmou em novembro que espera ter um preju√≠zo de um bilh√£o de d√≥lares no ano fiscal que vai at√© abril de 2012; mas recalculando suas previs√Ķes com essa venda. Em um comunicado enviado a imprensa, a Sony descreveu o seguinte; "O acordo permitia que nossa empresa adquira pain√©is LCD da Samsung Eletronics de forma est√°vel com base nos pre√ßos de mercado, sem a responsabilidade ou custos associados a opera√ß√£o da f√°brica".

Mesmo enfrentando grande concorr√™ncia de rivais como a pr√≥pria Samsung e a Vizio, a Sony n√£o pretende abandonar este produto, digo, a produ√ß√£o e venda de aparelhos de TVs. O que fez com que a Sony mudasse seu foco; antes era vender o maior n√ļmero de televisores, hoje a empresa pensa na lucratividade. Sendo assim, esperamos n√≥s consumidores, n√£o sermos mais uma vez prejudicado com o mercado e esperamos que a Sony mantivesse a qualidade e o bom pre√ßo de seus produtos.