Microsoft anuncia pela primeira vez sua própria distribuição do Linux

Pela primeira vez na história, a Microsoft anunciou a distribuição própria do Linux, chamada de Azure Sphere OS.

Por | @oficinadanet Microsoft

A Microsoft é uma das gigantes do mundo tecnológico. A companhia, no passado, era duramente criticada por ser muito fechada em relação aos seus sistemas. Porém, com a chegada de Satya Nadella, a realidade foi mudando. Mudou tanto que a dona do Windows passou a liberar o download do “núcleo” de distribuição Linux na própria loja do sistema de janelas. Com isso, aos poucos, ela passou a abraçar o software livre.

Agora, pela primeira vez na história, a Microsoft anunciou a distribuição própria do Linux, chamada de Azure Sphere OS.  Direcionado em internet das coisas, ele não será um concorrente do Windows.

Microsoft anuncia pela primeira vez sua própria distribuição do Linux.Microsoft anuncia pela primeira vez sua própria distribuição do Linux.

Leia também:

O sistema foi desenvolvido como um dos pilares do Azure Sphere, um pacote de soluções da empresa para aprimorar a segurança de chips que podem vir integrados a produtos direcionados para as casas, ou mesmo que podem ser enquadrados dentro da categoria de internet das coisas.

Vale mencionar que, dispositivos conectados não seguiram a mesma evolução da conectividade em geral, por essa razão, ainda são vistos como dispositivos com pouca segurança. No entanto, agora, através da novidade, o problema deverá ser contornado, tudo isso através de hardware, software e serviços em nuvem.

Para o primeiro caso, a Microsoft desenvolveu projetos de processadores mais poderosos e eficientes compatíveis com o Azure Sphere, que serão disponibilizados aos fabricantes. No segundo, o Azure Sphere OS, uma distribuição Linux. Para finalizar, a unificação de software e hardware irá se comunicar com serviços na nuvem do Azure Sphere, que foi feito com o objetivo de manter tais chips atualizados com pacotes de segurança por 10 anos. A empresa disse que os chips certificados por ela irão chegar ao mercado ainda neste ano.

“Depois de 43 anos, este é o primeiro dia em que estamos anunciando – e distribyindo – um Kernel Linux personalizado”, disse Brad Smith, presidente da Microsoft.

A companhia ressaltou que, mesmo tendo iniciado a distribuição do novo OS, o Windows continuará sendo o sistema operacional principal.

MAIS SOBRE Microsoft Windows Linux
SHARE
+ Notícias
Comentários
 
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar