Apple será responsável por metade dos smartphones com telas OLED flexíveis em 2021

Segundo a Stone Partners, metade dos novos smartphones com telas OLED flexíveis lançados em 2021 serão produzidos pela Apple.

Apple será responsável por metade dos smartphones com telas OLED flexíveis em 2021

De acordo com a empresa de pesquisa Stone Partners, 315 milhões de smartphones lançados no próximo ano usarão um painel OLED flexível. Isso é 52% maior do que a expedição esperada deste ano de 207 milhões de unidades.

O uso de telas OLED flexíveis pela Apple em seus iPhones provavelmente fará com que a remessa dessas partes ultrapasse a de telas OLED rígidas pela primeira vez em 2021. A Stone Partners espera que 282 milhões de smartphones usarão painéis OLED rígidos no próximo ano, um aumento de 24% em relação aos 2,27 milhões de unidades deste ano.

Espera-se que a Apple envie 90 milhões de iPhones com telas OLED, o que aumentará 80% para 160 milhões em 2021, disse a empresa de pesquisa. A remessa de smartphones com telas OLED flexíveis da Samsung, por sua vez, deve aumentar de 53 milhões neste ano para 90 milhões no próximo. No ano passado, a empresa movimentou 62 milhões de smartphones com telas OLED flexíveis.

Para smartphones com telas OLED rígidas, a Samsung espera lançar 99 milhões este ano e aumentará para 100 milhões no próximo ano. A previsão para a Huawei infelizmente como era de se esperar caiu substancialmente. Esperava-se que a gigante chinesa movesse entre 50 milhões a 60 milhões de smartphones com telas OLED flexíveis no próximo ano, antes das sanções americanas, agora a previsão é de apenas 8 milhões de unidades.

O espaço deixado pela Huawei no mercado será preenchido pela Xiaomi, Oppo e Vivo, mas essas três empresas vão oferecer cerca de 20 milhões de smartphones com telas OLED flexíveis, disse Stone Partners. O restante, 30 milhões a 40 milhões de unidades serão preenchidas por smartphones com telas OLED rígidas.

Xiaomi e Oppo vão lançar cada uma 18 milhões de unidades de smartphones com telas OLED flexíveis no próximo ano, disse Stone Partners. A Vivo vai embarcar 12 milhões de unidades.

Enquanto isso, a remessa total de smartphones com tela OLED que combinam painéis flexíveis e rígidos será de 434 milhões de unidades este ano, disse a Stone Partners. Isso vai saltar para 597 milhões de unidades em 2021.

Os smartphones com telas de cristal líquido (LCD) cairão para 793 milhões de unidades no próximo ano, ante os 831 milhões deste ano. Um total de 1,265 bilhão de smartphones será vendido este ano e a previsão é de que esses números aumentem para 1,39 bilhão no próximo ano, disse a empresa de pesquisa.

5 Fones Bluetooth, qual comprar?

Conteúdo relacionado

O melhor intermediário para importar? OnePlus Nord 2 5G Review
Celulares

O melhor intermediário para importar? OnePlus Nord 2 5G Review

Já pensou em comprar um celular intermediário top, com tela boa, câmera de 50MP da Sony e preço competitivo? É o Oneplus Nord 2

Xiaomi supera Apple e ocupa a 3ª posição de maior fabricante de smartphones do mundo
Xiaomi

Xiaomi supera Apple e ocupa a 3ª posição de maior fabricante de smartphones do mundo

Xiaomi ultrapassa Apple e se torna a terceira maior fabricante de smartphones entre os meses de julho a setembro de 2020. Samsung lidera e Huawei ocupa a segunda posição.

Tatuagem de tela OLED flexível é criada, confira seu proposito e funcionamento!
Tecnologia

Tatuagem de tela OLED flexível é criada, confira seu proposito e funcionamento!

Pesquisadores criaram tatuagem brilhante através da utilização da tecnologia OLED. Entenda como funciona e de que maneira isso foi possível!