Hackers russos podem ter usados antivírus da kaspersky para roubar dados dos Estados Unidos

Estados Unidos já proibiu o uso de aplicações da Kaspersky em todas suas agências.

Por | @oficinadanet Kaspersky

O Departamento de Segurança dos Estados Unidos, recentemente, proibiu o uso de soluções da kaspersky por todas as agências governamentais do país. Agora, uma informação surgiu de que a companhia foi utilizada pelo governo russo para roubar dados da NSA, a Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos.

O episódio aconteceu em 2015, porém, foi descoberto no segundo trimestre do ano passado, de acordo com fontes ao Wall Street Journal.

Hackers russos podem ter usados antivírus da kaspersky para roubar dados dos Estados UnidosHackers russos podem ter usados antivírus da kaspersky para roubar dados dos Estados Unidos

Conforme os relatos, um funcionário da NSA acabou levando os arquivos confidenciais para casa na intenção de continuar trabalhando fora do horário. A inteligência russa acabou descobrindo o fato e através da Kaspersky conseguiu extrair as informações.

O funcionário, vale mencionar, contava com um antivírus da empresa em seu computador pessoal. A NSA, por sua vez, não utiliza soluções da Kaspersky.

Os dados que foram roubados incluíam estratégias da NSA para conseguir se infiltrar em máquinas estrangeiras, o código utilizado nessas ações e detalhes sobre como a agência defende os organismos norte-americanos contra os ataques eletrônicos de outros países.

A Kaspersky nega a existência de qualquer proximidade com o governo russo, porém, especialistas acreditam que a legislação da Rússia pode forçá-la a servir ao Kremlin mesmo que de modo involuntário.

Mais sobre: kaspersky estadosunidos hackers
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo