Após relatos de escutas em iPhone, China sugere Huawei para Trump

No início do ano, os diretores da CIA, FBI e NSA emitiram um alerta aos cidadãos norte-americanos contra o uso de produtos da Huawei.

Por | @oficinadanet iPhone Pular para comentários

O The New York Times, na quarta-feira (24), publicou um relatório em que sugere que espiões estavam realizando escutas no iPhone pessoal do presidente Donald Trump. A China não deixou por menos e sugeriu que o presidente dos EUA trocasse seu aparelho por um da Huawei.

"Se eles estão muito preocupados com iPhones sendo aproveitados, eles podem usar a Huawei", disse Hua Chunying, porta-voz oficial frequente e vice-diretor do departamento de informações do Ministério das Relações Exteriores da China. De acordo com o South China Morning Post, Hua passou a considerar a notícia do NYT como falsa.  "Vendo este relatório, eu sinto que há aqueles na América que estão trabalhando para ganhar o Oscar de melhor roteiro", teria dito.

Vale mencionar que o governo dos Estados Unidos, praticamente, congelou a Huawei de fazer negócio na América. Por essa razão, o recado da China nada mais é do que uma afronta ao país.

Após relatos de escutas em iPhone, China sugere Huawei para Trump.Após relatos de escutas em iPhone, China sugere Huawei para Trump.

No início do ano, os diretores da CIA, FBI e NSA emitiram um alerta aos cidadãos norte-americanos contra o uso de produtos da Huawei. A empresa é suspeita de manter laços com o governo chinês.

A Huawei, por outro lado, fornece infraestrutura e dispositivos de consumo para praticamente todos os principais aliados dos Estados Unidos. O Reino Unido, por exemplo, possui uma instalação de segurança cibernética na Inglaterra que tem como objetivo encontrar backdoords em produtos da Huawei.

Entenda o caso

De acordo com o The New York Times, Donald Trump utiliza o seu iPhone pessoal rotineiramente para fazer chamadas aos seus amigos, o que acaba dando fácil acesso aos espiões.

A reportagem ainda menciona relatórios da inteligência americana que mostra como os assessores de Trump alertavam o presidente para não usar o seu aparelho pessoal. Mesmo com os avisos, Trump não deixou de usar o aparelho.

Por fim, o relatório diz que a agências de inteligência dos Estados Unidos possuem motivos para acreditar que espiões chineses e russos estão tendo acesso as ligações de Trump.

 Fonte: The Verge 

  • NEWSLETTER

    As novidades de tech no seu
    e-mail, inscreva-se grátis ;)