Brasil se prepara para a chegada da internet 5G

Mesmo sendo uma realidade relativamente distante para nós brasileiros, a vinda da internet móvel 5G começou a ficar algo mais palpável. A ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações) anunciou mais informações acerca do leilão que dará o pontapé inicial para o início da tecnologia no Brasil.

Por | @Vitor_Valeri Internet Móvel Pular para comentários

Mesmo sendo uma realidade relativamente distante para nós brasileiros, a vinda da internet móvel 5G começou a ficar algo mais palpável. A ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações) anunciou mais informações acerca do leilão que dará o pontapé inicial para o início da tecnologia no Brasil.

Será realizado o leilão de quatro freqüências (canais de transmissão de dados). Segundo a Agência de Telecomunicações, a previsão é para que evento ocorra no máximo até dia 20 de março, mas os valores ainda não foram definidos.

Em uma primeira fase, o modelo de concessão passará por uma consulta pública, para em seguida - através do conselho da Anatel - ser feito uma análise e aprovar ou não o projeto. O processo não será tão rápido, entretanto, pelo menos temos uma previsão e uma certeza de que a nova tecnologia chegará juntamente com suas vantagens.

Internet 5G interligando tudoInternet 5G interligando tudo

Já foi abordado em eventos sobre rede móvel os diversos projetos que várias empresas estão fazendo para a utilização da internet 5G. Por conta da alta velocidade proporcionada pela tecnologia, será possível fazer transmissões de dados em tempo real, permitindo assim abrir diversas aplicações dentro do campo de IoT (Internet of Things/Internet das Coisas). Através de IoT + transmissão de alta velocidade (5G) é possível fazer aplicações para mobilidade urbana, saúde, comunicação, maior integração entre diversos tipos de aparelhos eletrônicos, transformando grandes centros urbanos em Smart Cities (cidades inteligentes), um conceito de cidade cada vez mais em voga no Brasil e no mundo.

Faixas de frequência da internet 5G

A ANATEL informou que serão quatro freqüências responsáveis pelo funcionamento da internet 5G no Brasil. São elas: 700 Mhz, 2,3 MHx, 3,5 MHz e 26 GHz. As três primeiras já se esperava e terá diferentes lotes disponíveis. A faixa principal será a de 3,5 GHz, com um total de 200 MHz leiloados. Já a faixa de 2,5 GHz vai ter 100 MHz leiloados, enquanto a de 700 MHz vai ter duas faixas de 10 MHz disponíveis.

Além da definição de lotes, foi confirmado o uso da freqüências de 26GHz, que é classificada como “onda milimétrica”. Esse tipo de freqüência promete elevar o potencial da internet 5G ao seu máximo, com taxas de latência muito baixas e velocidades de download mais rápidas. Essas características são básicas para operações que exigem alta capacidade de transmissão de dados. Consequentemente, essa faixa de freqüências deve ser utilizada por empresas e pelo governo para aplicações dentro de sistemas de alta tecnologia que necessitam de altas transferências de dados para ser possível colocar em prática.

Mais sobre: Internet Movel, Internet 4G, Internet 5G

Comentários
  • Marco Antonio Contarski    •    2 semanas

    Não servem direito nem o 3G, agora já querem implantar o 5G! Espero que demore um montão pra chegar aqui... pois a intensidade dessas ondas nos humanos não foi devidamente testada.