Linha Nova da Huawei pode se tornar uma subsidiária em breve

Assim como aconteceu com a Honor, a Huawei pode tornar a Nova, linha que vem fazendo sucesso ao redor do mundo, uma empresa independente em 2020.

Por Huawei Pular para comentários
Linha Nova da Huawei pode se tornar uma subsidiária em breve

Após o grande sucesso da linha Honor, a Huawei resolveu torná-la uma subsidiária, e desde então, a empresa vem registrando números impressionantes em diversos mercados, principalmente na Europa. Essa mesma estratégia foi adotada pela Xiaomi quando desmembrou a linha Redmi, tornando-a uma marca independente.

Agora, de acordo com informações vindas de um leaker chinês renomado, a linha Nova da Huawei também será "convertida" em uma subsidiária, do mesmo jeito que aconteceu com a Honor. Alegadamente, a Nova pretende lançar relógios inteligentes, fones de ouvido sem fio e outros produtos em 2020, e para que isso seja feito com mais eficiência, parece que a Huawei pretende torná-la uma marca separada.

Se pararmos para pensar, essa seria uma ótima estratégia da gigante chinesa, dado que ampliaria ainda mais sua participação em mercados importantes, entregando aos consumidores smartphones e produtos com preços competitivos. Isso naturalmente aumentaria a participação global da Huawei, podendo finalmente desbancar a Samsung e torna-se a maior fabricante de smartphones do mundo, algo que poderia ter acontecido esse ano se não fosse a proibição dos Estados Unidos, de acordo com o CEO.

De qualquer forma, devemos ter em mente que essas informações sobre tornar a linha Nova uma empresa independente não passam de rumores, afinal, nada foi confirmado pela Huawei. No entanto, acreditamos que mais detalhes à respeito desse assunto podem surgir nos próximos meses em grandes eventos de tecnologia, como a CES e a MWC, que acontecem em janeiro e fevereiro de 2020, respectivamente.

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários