Agência de inteligência alemã demonstra preocupação com 5G da Huawei

A BND ainda acusa a empresa chinesa de ter relações com o governo e com o partido comunista, portanto o 5G da Huawei não poderia ser confiável. A Huawei rebateu as acusações.

Por Huawei Pular para comentários
Agência de inteligência alemã demonstra preocupação com 5G da Huawei

A Huawei, gigante chinesa, já vem enfrentando embates com os EUA, causados por uma guerra comercial que resultou até mesmo em embargos à empresa por parte do governo estadunidense. Os EUA já vem incentivando à aliados a não aderir o 5G da Huawei em seus países, acreditando que não se trata de uma rede segura e que poderia servir para algum tipo de plano de espionagem chinês. Algumas semanas atrás, a Alemanha teria permitido em documentos a participação da Huawei na implementação do 5G no país. Em resposta, o governo americano colocou em cheque o compartilhamento de dados e inteligência com a Alemanha caso o projeto assim prossiga.

Agora, novas notas da Agência Alemã de Inteligência (BND em inglês) demonstraram preocupação com o 5G da Huawei. Segundo a agência, deve haver esclarecimento político sobre possíveis riscos do desenvolvimento do 5G. a BND ainda acusa a Huawei de ter contato direto com o governo chinês. Acredita até que a empresa pode ter um status de empresa estatal. Portanto, a Huawei não poderia ser confiada.

A empresa chinesa saiu em defesa própria, alegando que se trata de uma empresa puramente privada, sem relação ou dependência alguma do partido comunista chinês e que não há evidência alguma sustentando as crenças do presidente da BND.

A Huawei ainda reitera seu compromisso com a segurança cibernética e relembra sua participação no 4G. Também afirma que os padrões de segurança estabelecidos pelo governo federal convida toda provedora de tecnologia de rede a competir no 5G, bastando cumprir os requisitos de segurança cibernética.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários