Hacker invade vários sites com mensagens contra Temer

Hacker manifesta sua contrariedade ao governo de Michel Temer e a passividade do povo brasileiro.

Por | @fsbeling Hacker

Um hacker chamado Vanda The God assumiu em diversas publicações pelo Twitter, a autoria de pelo menos 25 publicações contra o presidente Michel Temer em diversos sites dos governos estadual e federal, os ataques acabaram por desconfigurar dezenas de páginas, incluindo universidades públicas e projetos culturais.

Entre as páginas desconfiguradas, estão os domínios de cidades de Carmo do Rio Claro e Ponte Nova, em Minas Gerais e de Lages do estado de Santa Catarina. Além destes, o Conselho Regional de Farmácia catarinense também entra para lista do hacker, assim como páginas da Universidade Federal da Bahia e do Maranhão, o Fundo de Arte e Cultura de Goiás e o site do deputado estadual Ramalho da Construção, do estado de São Paulo.

Através das mensagens o hacker faz críticas a população brasileira, pela passividade que o povo tem com a corrupção, ele diz que “virou cultura política”. A imagem do presidente aparece com algumas mensagens e “ Fora Temer Golpista”. Fica nítida a referência ao hacker na imagem e ao grupo o qual diz pertencer, Brazilian Cyber Army. Veja abaixo.

Os ataques começaram no domingo (06) e na madrugada desta terça-feira (08) foi registrado o ataque ao Conselho Regional de Farmácia de Santa Catarina. Pelo Twitter o hacker vem comemorando a sua prática sobre os domínios e também comemora a divulgação dos ataques pela imprensa.

Leia também:

O site Defcon Lab informou que o hacker conseguiu em apenas 24 horas acessar 25 domínios, o que demonstra a alta capacidade do mesmo em aproveitar as brechas das páginas. Os especialistas também ressaltam que o mesmo teria conseguido realizar atividade paralelamente, publicando mensagens variadas em domínios diferentes.

“Entre sem deixar vestígios, deixe o governo emoldurado”, diz o hacker em uma de suas publicações no YouTube e compartilhada por ele no Twitter. É notável o seu posicionamento contra o governo, porém, ele já teria assumido a responsabilidade sobre outras desfigurações de sites pertencentes ao México, Costa Rica e Estados Unidos, não somente no Brasil.

SHARE
Comentários
Você precisa lerver tudo
Mais recentesver tudo
 
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail