Google expande o trabalho domiciliar para todos os funcionários norte-americanos e estabelece "fundo COVID-19"

Na semana passada, o Google enviou um memorando para a equipe recomendando que os funcionários do Estado de Washington trabalhassem remotamente, a fim de reduzir a possível propagação do COVID-19.

Google expande o trabalho domiciliar para todos os funcionários norte-americanos e estabelece

Hoje, a sugestão foi dramaticamente expandida, com o aumento de casos do coronavírus. Uma nova nota da empresa recomenda ações semelhantes para todos os seus funcionários na América do Norte.

Um porta-voz da empresa confirmou as informações de que os funcionários em todo o continente estão sendo aconselhados a trabalhar em casa, remotamente, se suas posições permitirem.

A empresa confirmou que outras regiões também receberam orientações semelhantes. A Europa, por exemplo, foi um dos primeiros países a receber tal recomendação, trabalhar em casa. Diferentes regiões estão sujeitas a orientações diferentes, com base em uma variedade de requisitos locais.

As precauções da semana passada seguiram os relatórios iniciais da disseminação da cepa de coronavírus no noroeste do Pacífico, incluindo o condado de King, no qual estão localizados os maiores escritórios do Google no estado - Seattle e Kirkland.

As instâncias do COVID-19 se espalharam rapidamente por todo o país. Na última contagem, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças têm casos listados em 647 em âmbito nacional, com 25 mortes. O estado de Nova York saltou para o primeiro lugar, com mais de 170 casos relatados.

O Google faz parte de uma lista de empresas de tecnologia que cresce rapidamente, que tomam ações semelhantes para evitar a disseminação do vírus. A Microsoft, Box, Lyft e outras pessoas abordaram preocupações com os funcionários, recomendando ou exigindo que os funcionários trabalhassem em casa e, em alguns casos, mantendo os salários apesar das horas reduzidas.

A conferência anual Google I/O para desenvolvedores foi cancelada pelo mesmo motivo, assim como muitos outros grandes eventos espalhados pelos EUA e também pelo mundo devido a precauções de saúde.

A gigante do software também anunciou o estabelecimento de um fundo COVID-19 para funcionários temporários e fornecedores em todo o mundo.

"Como estamos em um período de transição nos EUA e para cobrir eventuais lacunas em outras partes do mundo, o Google está estabelecendo um fundo COVID-19 que permitirá que todos os nossos funcionários temporários e fornecedores, em todo o mundo, tirem licença médica paga caso tenham sintomas do COVID-19 ou caso não possam trabalhar porque estarem em quarentena", escreve a diretora do Google, Serviços de Local de Trabalho Adrienne Crowther.

"Trabalhando com nossos parceiros, esse fundo significa que os membros de nossa força de trabalho estendida serão compensados ​​pelo horário normal de trabalho se não puderem entrar no trabalho por esses motivos. Estamos monitorando cuidadosamente a situação e continuaremos avaliando os ajustes necessários nos próximos meses."

Veja aqui os 4 sites para rastrear o coronavírus (Covid-19) em tempo real, separado pelo Oficina da Net, assim você fica por dentro de tudo que acontece quando o assunto é coronavírus.

🔥O POCO F4 É MUITO BOM 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário