Conforme código do Google, o Fuchsia OS deve rodar também no Android

O Fuchsia deverá rodar em aplicativos utilizando o Android Runtime (ART). Novidade surgiu através de um código do Google. Vale mencionar que ainda não uma data para que o novo sistema do Google seja lançado.

Por | @oficinadanet Google Pular para comentários

O novo sistema operacional do Google, o Fuchsia OS, deve fazer parte do Chrome OS e ainda ter suporte a aplicativos do Android. A informação chega através do Android Open Source Project (AOSP).

Rumores mais antigos já revelavam que o novo sistema do Google pode ser compatível com dispositivos e aplicativos atuais. No entanto, o Google parece ter limitado o aceso a interface o que fez com que várias especulações surgissem.

A novidade da vez é que conforme códigos presentes no AOSP, o Fuchsia deverá rodar em aplicativos utilizando o Android Runtime (ART).

Conforme código do Google, o Fuchsia OS deve rodar também no Android.Conforme código do Google, o Fuchsia OS deve rodar também no Android.

No comunicado do AOSP, temos a seguinte informação: "eles diferem dos dispositivos regulares do Android, pois não têm como alvo hardwares específicos. Eles produzirão um pacote Fuchsia (arquivo .far)". 

Isso quer dizer que o novo Fuchsia OS irá usar uma versão projetada especificadamente do Android Runtime (ART) para poder executar aplicativos do Android. O novo ART será instável em qualquer aparelho com o novo software utilizando um arquivo “.far”.

Não ficou muito claro como o Fuchsia irá usar o Android Runtime, mesmo assim, é possível saber que o novo sistema operacional será compatível com os milhares de aplicativos que o Android possui. Para os desenvolvedores esta é uma boa notícia, já que eles não precisarão ficar preocupados com as possíveis novas versões de seus softwares para o Fuchsia.

Por fim, ainda não podemos especular quando os primeiros dispositivos com o Fuchsia serão lançados, de qualquer forma, podemos observar que o Google ver trabalhando pesado no sistema o que significa que sua chegada pode estar realmente próxima. Vamos aguardar.

Via: 9to5Google

Mais sobre: Google, Fuchsia, Android