Oficina da Net Logo

Google irá permitir que usuários Android façam doações diretamente para organizações através da Play Store

Inicialmente, o recurso de doação está funcionando apenas nos Estados Unidos.

Por | @oficinadanet Google Pular para comentários

O Google está lançando um novo recurso para telefones Android através do mercado de aplicativos Play Store, que irá permitir que qualquer usuário Android faça doações para organizações sem fins lucrativos dos Estados Unidos, com 100% da doação sendo destinada à organização selecionada. O Google está abrindo mão de sua taxa de 30% para aplicativos e compras no aplicativo como parte do programa.

Entre as organizações sem fins lucrativos incluem a Cruz Vermelha Americana, os Médicos Sem Fronteiras dos EUA, o Girls Who Code e o UNICEF. A lista completa de instituições de caridade pode ser encontrada aqui .

Google irá permitir que usuários Android façam doações diretamente para organizações através da Play Store.Google irá permitir que usuários Android façam doações diretamente para organizações através da Play Store.

"Em comemoração à temporada de festas de fim de ano, estamos fazendo uma atualização na Google Play Store que permite que você faça doações beneficentes para organizações sem fins lucrativos", escreve Maxim Mai, gerente de desenvolvimento de negócios do Google Play. "É rápido, fácil e 100% de suas contribuições vão diretamente para as organizações que você escolhe."  Leia em destaque: Palavras mais buscadas no Google em 2018 no Brasil e no Mundo.

Inicialmente, o recurso de doação está funcionando apenas nos Estados Unidos, mas deve se estender para outros países, incluindo Canadá, México, Alemanha, Grã-Bretanha, França, Espanha, Itália, Taiwan e Indonésia.

Vale mencionar que a Apple também começou a usar a App Store como modo de processar doações a organizações sem fins lucrativos.

Sem dúvidas, uma excelente alternativa para a realização de doações. No Brasil, o recurso ainda não está disponível e sem data para acontecer.                        

Fonte: The Verge 

 

Próxima notícia »
Comentários
Carregar comentários