Oficina da Net Logo

7 serviços do Google que estão desativados e obsoletos

Uma lista de serviços do Google que ficaram obsoletos ou mesmo foram descontinuados.

Por | @oficinadanet Google Pular para comentários

Recentemente, o Google completou 20 anos de existência. Nesse tempo, lançou muitos produtos que fizeram parte de nossas rotinas, nos ajudando e nos permitindo enxergar o mundo de formas diferentes. Porém, alguns desses produtos deixaram de ser interessantes, e até mesmo úteis, com o passar dos anos e acabaram sendo desativados ou “abandonados” pelo público.

Google Wave

Quem já gostava de tecnologia em 2009 possivelmente vai lembrar desse serviço. O Google Wave foi anunciado como o grande substituto do e-mail, mas não chegou a cair no gosto do público, sendo descontinuado somente um ano depois. A proposta da ferramenta era unir e-mail, chat online, enciclopédias e compartilhamento de fotos. O público não entendeu e o projeto teve uma curtíssima duração.

7 serviços do Google que estão desativados e obsoletos

Orkut

Nos anos 2000, os brasileiros experimentaram o que seria um dos primeiros projetos de rede social. O Orkut, com suas comunidades, scraps e sistema de convites exclusivos virou uma febre e todo mundo queria fazer parte. O curioso do Orkut é que ele teve sucesso somente no Brasil e na Índia, deixando um espaço vago em outros países que foi ocupado pelo Facebook. Com o tempo, nós todos acabamos migrando para a rede de Mark Zuckerberg e abandonamos o divertido Orkut. Leia em destaque: 7 serviços do Google que estão desativados e obsoletos.

É lógico que quando comparamos com as redes sociais atuais o Orkut era bem restrito. Ainda não tinha ferramentas de comunicação instantânea e as pessoas não entendiam o valor da rede social como negócio. Hoje, as empresas entendem o potencial da internet e utilizam esse espaço para estreitar o relacionamento com os clientes. Um exemplo são sites de apostas confiáveis, como o PlayBonds, que disponibiliza promoções exclusivas pelo Facebook e até pelo WhatsApp.

Google+

Esse não está completamente desativado mas deve entrar em modo “stand by” por pelo menos dez meses. O motivo foi a descoberta de falhas de segurança no site. O Google+ foi uma tentativa de recriar o sucesso do Orkut, já competindo com o Facebook. Entretanto, esse projeto nunca deslanchou de verdade, e boa parte dos perfis são creditados à uma obrigatoriedade que o Google+ estipulou para acesso à outros sites, como YouTube. A própria empresa divulgou que a rede social possui baixo engajamento e que 90% dos usuários ficam menos de 5 segundos na página.

Picasa

Você usou o Picasa? A ferramenta servia para organizar e visualizar imagens, criar álbuns e organizar os arquivos. A plataforma, que já rivalizou com o Flickr (online até hoje), acabou ficando obsoleta quando foi lançado o Google Fotos, que atualmente utiliza inteligência artificial para reconhecimento de faces. Apesar de muita gente nem lembrar direito dele, o Picasa ficou no ar até 2016.

Google Talk

Essa foi uma das primeiras experiências do Google em matéria de chat integrado ao e-mail. O Google Talk funcionava nos moldes do Hangouts, que é seu substituto oficial, desde 2005. Na época, foi uma grande evolução para os usuários, especialmente quem usava o e-mail em empresas ou para fazer negócios. O curioso é que, mesmo com a troca da ferramenta de mensagens, ainda tem muita gente que chama essa “janelinha” de G Talk. Uma lembrança clara dos velhos tempos.

Google Inbox

Ainda em funcionamento, mas com fim próximo. O Google Inbox, aplicativo que servia como caixa de entrada nos smartphones, será encerrado no ano que vem. Quando lançado, em 2014, o Google Inbox trazia recursos até então não explorados, como a categorização de temas na caixa de entrada. Mas não precisa se preocupar: o Google pretende absorver as funções do Inbox no próprio e-mail.

7 serviços do Google que estão desativados e obsoletos

Google Goggles

O Google Goggles era um aplicativo para reconhecer QR code e código de barras. Desde 2010 no mercado, era uma forma muito comum (e por certo período, a única) de escanear essas imagens usando a câmera do celular. Com o avanço da tecnologia, o produto não faz mais tanto sentido. Até porque, o Goggles tinha um concorrente interno, o Google Lens, que analisa o ambiente e identifica objetos por meio de inteligência artificial.

Uma empresa tão grande e que já fez tanto pela tecnologia, certamente terá muitos produtos para desativar num futuro não tão distante. É interessante perceber o quanto dos serviços ficam obsoletos para dar lugar à coisas novas e como nós, usuários, nos adaptamos à essas novidades. É a evolução da humanidade!

MAIS SOBRE: #google  #Orkut  #Google Wave  #Picasa
Comentários
Carregar comentários