Oficina da Net Logo

Google Chrome deixará de marcar como seguros os sites com protocolo HTTP

A mudança em questão será gradual e deverá ser percebida nas próximas versões do navegador, diz o Google.

Por | @oficinadanet Google Pular para comentários

No final de 2016, o Google revelou que iria marcar como inseguras as páginas HTTP que ainda não haviam migrado para o HTTPS. A informação em questão acabou despertando a atenção de muitos donos de sites que começaram a migrar para o novo protocolo com a finalidade de se adaptarem as exigências do navegador. Vale mencionar que o Google Chrome é o navegador mais usado no mundo todo.

Agora, no entanto, após esse tempo, o Google comunicou nesta semana que o Chrome irá desativar o rótulo de “seguro” para sites que usam o novo protocolo.

Google Chrome deixará de marcar como seguros os sites com protocolo HTTP.Google Chrome deixará de marcar como seguros os sites com protocolo HTTP. Google diz que grande parte das páginas já estão no protocolo HTTPS. Em julho os sites deverão receber o selo de nao seguro.          

Conforme Emily Schechter, gerente de produto do Chrome Security, a mudança em questão será gradual e deverá ser percebida nas próximas versões do navegador. Para completar, a ideia do Google é marcas somente as páginas que tenham algum problema de fato. Leia em destaque: 7 serviços do Google que estão desativados e obsoletos.

“Os usuários serão avisados ​​quando houver um problema. No futuro, teremos um aviso vermelho de "não seguro" quando os usuários fornecerem informações confidenciais em todas as páginas HTTP”.

Leia também:

De acordo ainda com o Google, grande parte das páginas já estão no protocolo HTTPS. Deste modo, somente os sites HTTP irão receber o selo de “não seguro” em julho. Juntamente a isso, a companhia ainda continuará incentivando o restante dos sites a migrarem para o novo padrão.

O selo de “não seguro” para os sites com HTTP irá começar a aparecer de modo mais efetivo para os usuários a partir da versão 69 do Google Chrome. O navegador, recentemente, começou a testar o modo picture-in-picture na versão mobile, porém o Google precisou desabilitar um novo recurso do navegador em razão de problemas com os desenvolvedores.

Hey, acompanhe todas as notícias do Oficina da Net no Telegram. Inscreva-se grátis.

MAIS SOBRE: #Chrome  #segurança  #google  #navegador
Comentários
Carregar comentários