Um game muito esperado em 2019, Death Stranding foi lançado em novembro do ano passado para Playstation 4. Contudo, sua versão para PC está chegando em 14 de julho deste ano, distribuído pela 505 Games, a mesma distribuidora da versão para PC de Control. Desenvolvido pela Kojima Productions, desenvolvedora própria de Hideo Kojima criada após romper com a Konami e originalmente publicado pela Sony Interactive Entertainment, Death Stranding já está na Steam para pré-venda por R$ 239,00.

Mas a tão bem avaliada obra de Hideo Kojima e com participação do ator Norman Reedus (famoso pelo personagem Daryl em The Walking Dead) rodará no seu PC? As recomendações de hardware são de médias para altas, então mesmo com uma distância razoável para o lançamento, é melhor saber os requisitos mínimos e recomendados antes de planejar uma compra ou até mesmo efetuar a pré-compra do game para PC. Os requisitos ainda não são oficiais, mas sim especulados por profissionais, experts e veículos midiáticos especializados em games, confira:

Death Stranding: Requisitos mínimos para rodar no PC

Especulados

  • CPU: Intel Core i5-2500K 3.3GHz / AMD FX-8320
  • RAM: 8GB
  • HDD: 50GB
  • GPU: AMD Radeon R9 380 ou NVIDIA GeForce GTX 960 2GB
  • OS: Windows 7 64 bit
  • DirectX: 11
  • Resolução de tela 720p

Death Stranding: Requisitos recomendados para rodar no PC

Especulados

  • CPU: Intel Core i7-6700K 4-Core 4.0GHz / AMD Ryzen R5 1600
  • RAM: 16GB
  • HDD: 50GB
  • GPU: AMD Radeon RX Vega 56 8GB ou NVIDIA GeForce GTX 1070
  • OS: Windows 7 64 bit
  • DirectX: 11
  • Resolução de tela 1080p

Como esses requisitos ainda não são oficiais, não há certeza dos impactos negativos de rodar o game no mínimo, mas certamente o fps (taxa de frames por segundo) será mais baixo e poderá sofrer quedas durante carregamentos de mapas e durante cutscenes. A taxa de frames base na configuração mínima deverá girar em torno de 30fps para uma resolução 720p já pensando nas configurações gráficas em baixa/média.

Essas especulações foram realizadas com base nas cinematics, luminosidade, shaders e texturas que já vimos na versão para PS4, que já demonstraram ser bem realistas e detalhistas.

O game:

A história gira em torno da jornada de Sam Porter Bridges da Costa Leste até a Costa Oeste dos EUA, completamente destruído pelo misterioso acontecimento chamado de Death Stranding. Há então criaturas chamadas de EPs, que saem ao mundo durante fortes chuvas sobrenaturais que fazem com que tudo que a água toca envelheça décadas rapidamente. O evento Death Stranding fez com que o mundo dos vivos e dos mortos entrasse em uma espécie de colisão. Frente a tudo isso, o restante da humanidade de refugia em grandes cidades ou abrigos, e são através de pessoas como o protagonista Sam, entregadores, que o restante da população consegue receber itens básicos para sobreviver.

Se você quiser saber mais sobre o game e se estiver na dúvida se vale a pena ou não comprar, confira nosso Review de Death Stranding abaixo: