Empresa decide limitar tempo de jogo de usuários para evitar vício

Caso é bastante sério na China. Para evitar vício entre os mais jovens, empresa limita tempo de jogo.

Por | @oficinadanet Games

Na segunda-feira (3), a empresa Tencent, uma das companhias mais valiosas da China, revelou que irá limitar o tempo em que os jovens podem passar em seu game “Honour of Kings”. Conforme a Reuters, a medida vai a favor das preocupações dos pais, em que acreditam que seus filhos possam estar se viciando no jogo.

Assim sendo, a partir desta semana, os jogadores com menos de 12 anos de idade apenas poderão jogar uma hora por dia, e ainda em horários selecionados, desse modo, não após as nove da manhã. Já os jogadores entre 12 e 18 anos, poderão jogar até duas horas por dia. A Tencent não disse se esta restrição é válida somente para os jogadores chineses ou para todo o mundo.

Honour of KingsHonour of Kings

A medida, de acordo com a Bloomberg, foi motivada em parte por um editorial do jornal chinês estatal People’s Daily. O jornal em questão é considerado a “voz do governo” por uma boa parte da população, sendo que acusou o game de espalhar “energia negativa”.  "Quando se trata de ganhar dinheiro de uma maneira potencialmente danosa para a vida das pessoas, precisamos ficar especialmente atentos", diz o jornal.

A Reuters diz que o “Honour of Kings” é o jogo de celular mais rentável do mundo. Somente na China, para o sistema iOS, o game rendeu uma média de US$ 84 milhões por mês até maio deste ano.

Após o anúncio, as ações da Tencent chegaram a cair 5%. Vale mencionar que o assunto é bastante sério no país entre os gamers mais jovens. Na Coreia do Sul, que adotou uma medida semelhante recentemente, estimativas dizem que 50% dos jovens entre 10 e 19 eram viciados em games.

A Organização Mundial de Saúde, ao que tudo indica, deverá classificar o “vício em games” como doença.

Mais sobre: games jogos China
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo