O que é saturação da fotografia, e no que se difere da vibração?

Você sabe o que é e quais são as diferenças entre saturação e vibração na fotografia? Aqui traremos uma explicação clara e objetiva, e exemplos para você entender melhor.

Por Fotografia Pular para comentários
O que é saturação da fotografia, e no que se difere da vibração?

Neste artigo, vamos falar sobre vibração e saturação de cores. Esses dois conceitos podem parecer os mais óbvios para você, mas há coisas por detrás deles. Vamos explorar as diferenças entre saturação e vibração.

O que é saturação?

Saturação refere-se à intensidade de uma cor. Quanto maior a saturação de uma cor, mais vívida ela é, e quanto menor a saturação de uma cor, mais próxima ela fica do cinza.

Diminuir a saturação de uma foto pode ter um efeito "silencioso" ou calmante, enquanto aumentá-la pode aumentar a sensação de vivacidade da cena. É importante não saturar demais uma foto, pois às vezes ela cria um efeito de transbordamento de cores não naturais, e até mesmo acaba criando uma granulação na imagem, como no exemplo abaixo:

No entanto, dependendo da foto e da tela do dispositivo usado para exibi-la, o valor numérico da saturação de uma imagem não se correlaciona necessariamente com a intensidade preceptiva da saturação.

Ao editar uma foto, em vez de seguir rigorosamente regras específicas de não saturar ou sub saturar seus ajustes, também é importante pensar no efeito visual pretendido, pois às vezes uma foto saturada demais tem um efeito visual agradável.

Como acabamos de mencionar, não é fácil estimar o impacto visual perceptivo da saturação, pois diferentes telas podem ter perfis de cores diferentes. Aqui é quando a ferramenta vibração entra em cena.

Em resumo, a ferramenta Vibração é equivalente a uma ferramenta de saturação "inteligente". Também obtém um efeito semelhante para aumentar a vivacidade da foto como ferramenta de saturação, mas seu algoritmo garante que o tom geral da imagem não fique muito saturado.

Algumas ferramentas de vibração usam limites superiores fixos para diferentes canais de cores, enquanto outras usam a análise dinâmica para obter melhores resultados. Isso ajuda a controlar os tons de pele e outras frequências de cores, para as quais a saturação não deve ser ajustada de maneira muito agressiva.

A não ser que você queira ter um efeito muito forte e super saturado em sua foto, o ajuste de vibração é uma maneira prática e segura de aumentar as cores na maioria dos casos de uso.

Qual software você precisa ajustar a vibração e a saturação?

Para aumentar a vibração ou saturação da sua foto, tudo o que você precisa é de um programa de edição. E, é claro, algumas fotos para experimentar. Depois de pegar o jeito, o pós-processamento de suas imagens com vibração virá naturalmente.

Agora você pode perguntar: e se eu quiser controle total sobre as saturações de todos os canais de cores? Em ferramentas de edição de fotos, temos o Polarr (US$ 3,99 por mês) que permite fazer exatamente isso.

As ferramentas de vibração e saturação parecem diferentes em todos os softwares de edição, mas eles geralmente funcionam da mesma maneira. Para os exemplos abaixo, usei os controles deslizantes de vibração e saturação no Adobe Photoshop. Confira a imagem antes da edição:

Para corrigir a saturação no Photoshop, vá em Imagem > Ajustes > e selecione Matiz / Saturação ou Vibração, ou clique, ao mesmo tempo, as teclas CTRL + U.

Agora, utilize os controles deslizantes para ajustar a imagem conforme o seu gosto.

Confira a imagem após o ajuste da saturação no Photoshop:


Cuidados ao saturar imagens

Retratos

Ao saturar retratos, você deve tomar cuidado com os tons de pele. Isso porque talvez o fundo fique bonito e vibrante, mas a pele vai ficar com um tom não natural. É por isso que a maioria dos fotógrafos de retratos e casamentos preferem não usar a ferramenta de saturação com frequência. Se você for corrigir a imagem com a saturação, preste atenção para que os tons de pele e cabelos do assunto principal não sejam afetados demais.

Animais de estimação


Diferente de fotos de humanos, como falamos anteriormente, a saturação normalmente não afeta muito a pelagens de animais de estimação, como cães e gatos. Mas da mesma forma, você deve prestar atenção para que haja harmonia entre o assunto principal e o plano de fundo. E tenha cuidado para não exagerar na dose.

Paisagens


Assim como as fotos de animais, as fotos de paisagem tem mais tolerância à saturação do que as imagens com pessoas, por causa daquele problema que falamos anteriormente, do tom de pele que pode não mais parecer natural. Mesmo assim, é preciso ter cuidados para que a imagem não fique exagerada.

Muitas vezes você tira fotos aonde alguns assuntos, como o céu, podem ficar sem cor. E como é bonito um céu bem azul em fotos de paisagem, não é mesmo? Por isso, você só não pode como deve corrigir deficiências com a saturação, mas como dissemos, sem exageros.

Macro


A foto macro originalmente já é bastante colorida, mas se você tem uma imagem macro que poderia ser com um pouco mais de cor, a saturação pode resolver este problema. Se a sua foto já está vibrante, evite usar as ferramentas de vibração e saturação. A menos que você queira um pequeno impulso de cor. Ao aumentar demais, você terá resultados desagradáveis. Neste caso, aposte na vibração para corrigir pequenas imperfeições de cor.

Quando usar vibração ou saturação?

A beleza da fotografia reside em sua flexibilidade e abertura a todos os tipos de ideias. É provável que suas preferências não correspondam às de outra pessoa. No entanto, aqui estão algumas regras gerais para o uso das ferramentas de vibração e saturação:

  • Se sua foto já é muito colorida, mas precisa de alguns aprimoramentos, use a ferramenta vibração;
  • Se quase todas as cores da sua foto estiver sem intensidade, use a ferramenta de saturação para dar um impulso;
  • Ao editar retratos, cuidado com a ferramenta de saturação. Seu assunto acabará parecendo não natural;
  • Depois de aumentar sua vibração ou saturação, verifique seu antes e depois. O olho tende a se adaptar ao que está à sua frente. Você pode não perceber que seus resultados parecem muito dramáticos, a menos que você veja a foto original; e
  • Alterações sutis fornecerão os melhores resultados.

Dica extra: você não precisa usar vibração e saturação separadamente. Alguns fotógrafos gostam de diminuir a saturação e aumentar a vibração. Isso cria imagens cujas cores funcionam em harmonia.

O efeito é muito sutil. Mas isso adicionará um toque extra de cor às suas fotos sem estragar os tons originais.

Conclusão

A saturação aprimorará todas as cores da sua foto. A vibração encontrará e aprimorará as partes mais opacas da sua foto. Ao usar essas duas ferramentas com moderação, suas fotos ficarão o mais próximo possível da perfeição.

Mas nunca se esqueça da sutileza. Se você prefere saturação versus vibração, certifique-se de não usá-la demais. Trate-os como sal e açúcar.

Usar excessivamente faz seu trabalho não parecer bom. Se você não usar, a ausência dessa faísca colorida será visível. Se você usá-los com cuidado, suas fotos ficarão perfeitas.

Comparado a uma ferramenta como curvas, vibração versus saturação pode não parecer tão importante. Aprenda quando e como usá-las, e assim elas se tornarão partes valiosas do seu processo de edição de fotos.

Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias