Oficina da Net Logo

Facebook divulga lista de páginas que foram excluídas pela divulgação de fake news

O Facebook, na declaração entregue ao órgão, não justificou cada caso, porém emitiu uma declaração geral a respeito da exclusão de todos.

Por | @oficinadanet Facebook Pular para comentários

O Facebook, recentemente, retirou do ar várias páginas e perfis que foram acusados de divulgação de notícias falsas. Após um tempo, a Reuters disse que grande parte do banimento havia atingido uma rede utilizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL).

Então, o Ministério Público Federal do Estado de Goiás, com tal polêmica, solicitou que o Facebook entregasse uma lista com todos os perfis e páginas excluídos e a justificativa para cada caso. A rede social cumpriu a solicitação e entregou a relação ao MPF.

O Facebook, na declaração entregue ao órgão, não justificou cada caso, porém emitiu uma declaração geral a respeito da exclusão de todos. Conforme a rede social, o principal argumento usado é a “violação direta” das diretrizes da rede social.

Facebook divulga lista de páginas que foram excluídas pela divulgação de fake news.Facebook divulga lista de páginas que foram excluídas pela divulgação de fake news. Leia em destaque: Como baixar vídeos do Facebook sem programas [ATUALIZADO 2018].

Leia também:

Além disso, como justificativa o Facebook ainda inclui o uso de nomes falsos em alguns perfis e também a disseminação de links suspeitos para conseguir enganar os usuários sobre a origem do conteúdo. Conforme a rede social, tudo é usado para “enganar pessoas na tentativa de encorajar compartilhamentos, curtidas ou cliques”.

Através do seu site, o Ministério Público divulgou uma lista pública contendo todas as páginas que foram excluídas, os perfis, no caso, tiveram os seus nomes ocultados. Toda a relação pode ser acessada através deste link, sendo possível ver nomes de alguns sites de cunho político usados pelo MBL para difundir notícias.

Entre os nomes aparecem o Jornallivre, O Diário nacional e Ceticismo Político. Para completar a lista, ainda há a presença de páginas de filiais do grupo nas cidades de São José dos Campos, Taubaté, Jacaraí e Caraguatatuba. De qualquer forma, a maioria das páginas está mesmo ligada a assuntos relacionados com a política.

MAIS SOBRE: #Facebook  #fakenews  #Brasil  #noticias
Comentários
Carregar comentários