Teletransporte quântico entre elétrons foi realizado pela primeira vez

Isso é um grande passo para a computação quântica, representando uma velocidade e segurança muito maior na transferência de informações.

Computador Quântico - Divulgação IBM
Computador Quântico - Divulgação IBM

Mais um avanço importante para a computação quântica, a primeira transferência de informações através de teletransporte quântico entre partículas de matéria foi realizada. Cientistas americanos da Universidade de Rochester atingiram esse marco ao utilizar leis do entrelaçamento quântico que então permitiu a transmissão instantânea de informação entre elétrons.
Esse feito, na realidade, já havia sido realizado por outros meios, através de fótons (partículas de luz desprovidas de massa). Contudo, essa transferência direta entre elétrons significa um grande passo para a computação quântica e para a segurança e velocidade de transferência de informações. Assim, esses supercomputadores do futuro estão cada vez mais próximos e mais funcionais. A computação quântica hoje existe apenas para tarefas muito específicas em campos científicos, empresariais e estão em uma grande fase de testes e pesquisas.
Em artigo publicado em revistas científicas americanas, John Nichol, físico da Universidade de Rochester afirma que "Nós trazemos prova de 'troca de entrelaçamento', na qual criamos um entrelaçamento entre dois elétrons, apesar das partículas nunca interagirem entre si. Também trazemos evidência de 'teletransporte de portão quântico', uma técnica potencialmente útil para computação quântica, que usa esse teletransporte".
Bem complicado né? Porém, nesse mesmo artigo, esses cientistas exemplificam tudo isso com uma alusão bem simples: Se você comprar um novo par de sapatos e acabar por esquecer um deles na loja, será fácil identificar o elemento esquecido. Um par de sapatos possuem o pé esquerdo e o direito, então se você retornar e buscar o vendedor, o pé que falta será facilmente identificado porque os dois pés estariam de certa forma "entrelaçados", e o mesmo princípio se aplicaria para as partículas quânticas, que formam uma espécie de "par" permitindo o teletransporte a longas distâncias de informação, como se os dois lados simplesmente se comunicassem sem termos que colocar a mão.
Para a computação, isso significa que existe mais possibilidades do que o sistema binário que usamos hoje, (de bits 0 e 1). Os qubits seriam então a base da computação quântica, onde peças de informações podem simultaneamente ser 1 e 0 ao mesmo tempo, potencializando de maneira gigantesca a capacidade e velocidade de processamento.

5 Fones Bluetooth, qual comprar?

Conteúdo relacionado

Computadores Quânticos: O futuro da computação
Ciência

Computadores Quânticos: O futuro da computação

Você sabe como funcionam os computadores quânticos? Melhor entender, pois eles são o futuro da computação. Ainda bem!!

CES 2019: IBM revela o primeiro computador quântico comercial
Tecnologia

CES 2019: IBM revela o primeiro computador quântico comercial

O Q System One é uma grande engenharia, embora o futuro da computação quântica ainda esteja distante da realidade. A IBM apresentou o seu produto mais como um dispositivo experimental, onde conseguiu obter alguns avanços.

IBM anuncia novos processadores quânticos
Hardware

IBM anuncia novos processadores quânticos

Os novos componentes da mais recente criação da IBM contam com 16 e 17 qubits