Buraco Negro engoliu uma estrela de nêutrons e causou ondulações no espaço-tempo

Ondulações no espaço tempo, detectadas pela LIGO e pela Virgo, sugerem que há 900 milhões de anos, um buraco negro engoliu uma estrela de nêutrons. Se confirmado, seria a primeira fusão de buraco negro de estrela de nêutrons já detectada.

Por Ciência Pular para comentários
Buraco Negro engoliu uma estrela de nêutrons e causou ondulações no espaço-tempo

Há cerca de 900 milhões de anos atrás, um buraco negro provavelmente engoliu uma estrela de nêutrons. Na semana passada, as ondulações no espaço-tempo resultantes do ocorrido, foram finalmente detectadas na Terra.

Se essas observações científicas forem confirmadas, a colisão cósmica seria o primeiro exemplo de um buraco negro colidindo com uma estrela de nêutrons, possivelmente oferecendo novas informações sobre a expansão do universo.

Em abril, os observatórios de ondas gravitacionais nos EUA e na Europa reacenderam a busca de eventos cósmicos extremos. Desde então, os astrônomos detectaram 23 eventos potenciais.

ondulacoes no espaco tempo

O evento, conhecido como S190814bv, foi detectado na quarta-feira por dois aparelhos da LIGO nos EUA (Laser Interferometer Gravitational-Wave Observatory) e o detector do Virgo, na Itália. Cientistas observaram ondulações no espaço-tempo que aparentam ser de um buraco negro engolindo uma estrela de nêutrons.

Os astrônomos estão trabalhando para confirmar o tamanho dos dois objetos que se fundiram para formar as ondas cósmicas. Eles também estão examinando a área com telescópios onde acreditam que o evento ocorreu, em busca de luz que possa ter sido irradiada pela fusão.

A LIGO detectou pela primeira vez ondas gravitacionais em 2015, um século depois que Albert Einstein previu sua existência com a teoria geral da relatividade. Desde então, LIGO e Virgo detectaram buracos negros fundindo-se e estrelas de nêutrons se fundindo, mas nunca uma interação entre os dois.

A confirmação da colisão completaria uma trifecta de detecções cósmicas. "Nós veremos uma estrela de nêutrons sendo rasgada por um buraco negro, ou sendo engolida como o Pac-Man engolindo um fantasma", disse Simon Stevenson, um astrônomo da Swinburne University of Technology, na Austrália.

Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias