Oficina da Net Logo

EUA irão reescrever normas de segurança para circulação de carros autônomos

Através das mudanças das regras, muitas empresas do setor poderiam liberar os seus veículos para circulação em vias públicas.

Por | @oficinadanet Carros autônomos

A tecnologia está cada vez mais presente entre nós, como sabemos. O futuro reserva carros totalmente autônomos, que não precisam mais de motoristas para locomoção. Os modelos já começaram a ser testados, no entanto, ainda não estão pelas ruas. As normas atuais de segurança nos EUA, mostram que um veículo automotor precisa seguir uma série de regras. Agora, a o Departamento de Transportes pretende modificar a normativa para comportar também carros sem motorista.

O departamento, através da National Highway Traffic Safety Administration, "pretende reconsiderar a necessidade e adequação de seus padrões de segurança atuais", como aplicado a veículos autônomos, lê o documento de 80 páginas. Em particular, os reguladores dizem que buscarão mudar esses padrões de segurança “para acomodar tecnologias automatizadas de veículos e a possibilidade de estabelecer exceções a certos padrões - que são relevantes apenas quando os motoristas humanos estiverem presentes”.

EUA irão reescrever normas de segurança para circulação de carros autônomos.EUA irão reescrever normas de segurança para circulação de carros autônomos.

Através das mudanças das regras, muitas empresas do setor, como a Waymo, do Alphabet, e a General Motors, poderiam liberar os seus veículos para circulação em vias públicas.

Veículos autônomos "poderiam salvar milhares de vidas", disse a secretária de Transportes Elaine Chao em um evento em Washington, DC, na quinta-feira. Na ocasião, ela mencionou o relatório atual de fatalidade em veículos motorizados, que causou a morte de mais de 37.000 pessoas em acidentes de carro no ano passado.

Atualmente, as empresas de carros precisam atender 75 normas de segurança de automóveis, levando em consideração a presença de um motorista licenciado.

Alguns defensores de segurança condenaram as diretrizes, alegando que as indústrias de tecnologia e automotiva terão nas mãos muito poder e também influência.

"Apesar das mortes, ferimentos e acidentes envolvendo uma variedade de tecnologias de veículos semi-autônomas e autônomas em todo o país, o DOT continua insistindo que eliminar a regulamentação é o caminho para alcançar a segurança", disse o Centro de Segurança Automobilística em um comunicado.

 "Embora a tecnologia seja promissora, ainda não conquistou aceitação pública", disse Chao. “As empresas precisam intensificar e abordar as preocupações do público em relação à segurança. Porque sem a aceitação pública, todo o potencial dessas tecnologias pode nunca ser realizado. A aceitação do consumidor será a restrição ao crescimento dessa tecnologia ”.

"A abordagem do departamento para novas tecnologias é tecnologicamente neutra", disse Chao. “Este não é um comando e controle de cima para baixo. Este departamento não tem o hábito de escolher vencedores e perdedores. ”

O Congresso, por enquanto, continua avaliando a legislação que pode abrir mais caminhos para os carros autônomos. Um projeto de lei está estagnado no Senado, já que vários senadores se mostraram preocupados com a segurança.

Apesar de já serem uma realidade, os carros autônomos ainda estão em fase de testes, e por enquanto não sabemos quando eles realmente estarão circulando pelas ruas.

Fonte: The Verge

MAIS SOBRE: #carros autonomos  #Google  #projeto  #lei
Comentários
Carregar comentários
Siga o nosso Instagram!

Estamos lá também: @oficinadanetoficial

Seguir o Instagram do Oficina da Net