Todas as operadoras de cartão de crédito serão obrigadas a utilizar a cotação do dólar do dia

A partir do dia primeiro de março, todas as operadoras de cartão de crédito serão obrigadas a utilizar a cotação do dólar do dia. Confira como irá funcionar.

Cartões de crédito. Fonte: Agência Brasil (por Marcello Casal Jr)
Cartões de crédito. Fonte: Agência Brasil (por Marcello Casal Jr)

A partir do dia primeiro de março, entrou em vigor a determinação do Banco Central que obriga as operadoras de cartão a utilizar a cotação do dólar do dia da compra, ao invés de ser a do dia do vencimento da fatura. As pessoas que costumam utilizar o cartão de crédito para fazer compras internacionais, tanto online como em lojas físicas, poderão comprar seus produtos com a certeza de que será aquele valor em reais, convertido a partir do dólar, no momento da compra, não será alterado.

Mudança tem como objetivo fazer com que os consumidores tenham uma previsão melhor

Com esta mudança, o Banco Central tem como objetivo fazer com que os consumidores tenham uma previsão melhor de quanto irão pagar antes de realizar alguma compra com seu cartão de crédito ao comprar de lojas online em diferentes países.

Anteriormente, a cotação do dólar utilizada pela grande maioria dos cartões de crédito era a do dia do fechamento da fatura. Quando foi feito o anúncio sobre a mudança, no mês de novembro de 2018, o Banco Central alegou que o cliente ficava vulnerável à variação do dólar desde a data da realização da compra até o período de pagamento da fatura do mês.

Com a nova regra, não haverá mais a necessidade de possível reajuste de valores na fatura seguinte. Agora haverá na fatura: a discriminação de cada valor, a data, a identificação da moeda estrangeira e o valor na referida moeda, o valor equivalente em dólares, a taxa de conversão do dólar para real na data do gasto e o valor em reais a ser pago.

Agora os bancos serão obrigados a disponibilizar em todos os canais de atendimento ao cliente a taxa de conversão do dólar para real utilizada no dia anterior. Além disso, será cobrado que seja mostrado um histórico das taxas de conversão.

É importante salientar que além da cotação do dólar para a conversão para real, há também a cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) no cartão, que é de 6,38% do valor cobrado.

Fonte: agenciabrasil

Samsung Galaxy M53 5G: dá uma olhada nesse celular!

Comentários
Minha foto
Insira um comentário