Software House - Como funciona o mercado de desenvolvimento

O mercado de desenvolvimento de softwares é hoje uma das áreas mais promissoras da informática e como tudo que envolve produtos e clientes necessitam de seriedade, ordem e disciplina o mercado de desenvolvimento possui paradigmas e equipes especializadas para alcançar as necessidades e realizar uma implantação com sucesso. Confira agora alguns dos métodos e suas funções.

Por | @arilsonjunior Carreira em TI

O mercado de desenvolvimento de softwares é hoje uma das áreas mais promissoras da informática e como tudo que envolve produtos e clientes necessitam de seriedade, ordem e disciplina o mercado de desenvolvimento possui paradigmas e equipes especializadas para alcançar as necessidades e realizar uma implantação com sucesso. Confira agora alguns dos métodos e suas funções.

O que é uma Software House ?


Software House - Como funciona o mercado de desenvolvimento

O nome Software House é uma forma de especificar uma empresa que trabalha no desenvolvimento de sistemas, de programas de computador. Normalmente empresas assim implementam programas comercias e trabalham com uma equipe com funções diversificadas.


Paradigmas


Paradigmas são padrões que tem como principal função diminuir os erros encontrados no processo de desenvolvimento do software. Existem 4 modelos utilizados conforme o tipo de sistemas e clientes, são eles:

  • Clássico (Cascata) .
  • Espiral (Utilizado atualmente pelas grandes empresas).
  • Exploratório.
  • Protótipo descartável.


Neste artigo irei abordar o modelo Clássico ou em Cascata onde as funções ficam muito bem especificadas e fáceis de entender.


Paradigma Clássico (Cascata)


Software House - Como funciona o mercado de desenvolvimento

A principal característica desse modelo é de ser sistemático e seqüencial. O desenvolvimento de um sistema utilizando esse paradigma só prossegue quando cada área do modelo é finalizada, se forem encontrados erros na parte de Implementação e Teste unitário, por exemplo, é necessário retornar ao início do projeto para resolver/alterar e prosseguir.


Etapas do desenvolvimento:


1. Análise e Especificação de Requisitos
O responsável por esta etapa é o Analista de Requisitos/Negócios, um profissional especializado em colher informações com o cliente dos requisitos que o software deverá ter. Para obter sucesso na entrega do sistema, esta etapa exige muita atenção, pois serve como base para as outras.

2. Projeto
Nesta etapa é criado um algoritmo, a lógica das funções que o sistema terá. Pode ser feita pelo Analista de Sistemas.

3. Implementação e Teste unitário
Aqui o Projeto é codificado, uma linguagem de programação é escolhida e os Programadores entram em ação.

4. Integração e Teste do Sistema
Em sistemas complexos e grandes é necessário realizar uma Decomposição do software, onde cada parte do sistema (Cadastro de Clientes, Estoque, Relatório, etc.) é dividida entre os programadores. Já nessa etapa as unidades do programa são integradas e é realizado testes do programa completo.

5. Operação e Manutenção
Já com o sistema testado, é hora de implantá-lo. Conhecida como a fase mais longa do ciclo de vida de um software, a Operação como o próprio nome diz, é o sistema operando. Como fase final o software é implantado na empresa e são realizadas as devidas manutenções.


Características


Embora esse paradigma possua características que contribui para um produto de qualidade como: Disciplina, Planejamento e Gerenciamento. O modelo exibe problemas que podem atingir a equipe e o cliente, como: Rigidez, Detecção de erros posteriormente e Demora na entrega do produto final.

Mais sobre: software house desenvolvimento
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar