O computador mais que uma ferramenta de ensino: Um processo de humanização

Este artigo mostra a importância da utilização dos computadores na educação não como apenas um instrumento pedagógico mas sim como ferramenta emancipadora

Por | @gregoryylaborde Internet

Nos dias atuais é impossível conceber a vida sem a presença da tecnologia, em especial os computadores, eles estão presentes na maioria dos processos de produção, para educação não é diferente cada dia mais os estudantes e professores fazem uso das ferramentas digitais ofertadas pelos sistemas operacionais e a internet.

Para a grande maioria das pessoas uma escola que possui um laboratório de informática com acesso a internet encontra-se conectada com as tendências do futuro e estimula os seus alunos a pensar, mas na prática isso não é uma realidade os computadores e toda sua potencialidade operativa são subutilizados pois servem apenas como meros editores de texto , criadores de apresentações de slides e pontos de acesso a internet.

A quem devemos culpar pela má utilização desta ferramenta tão dinamizadora? Os Professores? Por não terem criatividade para utilização desta ferramenta. Os gestores das instituições? Pois cabe a eles a fiscalização e bom funcionamento das dependências das escolas. A grande verdade é que não existem culpados mas sim vitimas da falta de qualidade na formação do professor brasileiro e também dos pedagogos pois nas Instituições de ensino superior os estudantes não possuem disciplinas voltadas para a informática educacional, é empurrado aos professores e gestores que simplesmente utilizem os computadores durante as aulas assim com a falta de preparo para trabalhar com esta ferramenta gera-se a subutilização muitas vezes sucateando equipamentos funcionais por mal uso.

Para que essa situação seja revertida e necessário que se invista na qualificação do profissional da educação, e investindo o dinheiro que seria aplicado na compra de licenças de software em workshops e capacitações afim de otimizar a pratica docente junto a computação, estimular o uso do SOFTWARE LIVRE que possibilita aos cidadão a oportunidade de ser mais estimulando o crescimento do conhecimento local descobrindo novos talentos bem como estimulando a pedagogia da autonomia pois estes sistemas operacionais são customizáveis as necessidades de cada usuário um bom exemplo é o Pandorga-Linux um software livre moldado e voltado exclusivamente para educação.

Os estudantes da nova era já nasceram imersos nas tecnologias eles são o que chamamos de “nativos digitais” pois conseguem com muita habilidade manusear as ferramentas eletrônicas, aproveitando esta conectividade devemos inserir o computador e a internet como um instrumento pedagógico e não como um salvador ou substituto do professor estimulando a criação de projetos que conectem a escola com o mundo digital estimulando os discentes a criarem blogs para que postem conteúdos complementares ao que foi visto na sala de aula possibilitando a criação de materiais e sínteses muitas vezes brilhantes, incentivar o uso das redes sociais com consciência e responsabilidade, com os computadores conectados a internet a escola possui uma fonte inesgotável de captação e produção de conteúdo.

Portanto devemos ter o computador como aliado do novo processo educacional estimulando o uso com consciência das ferramentas digitais formando cidadãos socialmente conscientes e responsáveis, capazes de formularem soluções para o mundo moderno e com grande potencial e auto aprendizagem, isto não é um sonho basta utilizar as ferramentas computacionais com seriedade e habilidade que será possível formar um individuo pensante e atuante.

Mais sobre: educação tecnologia inclusão
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo