Gerenciando você S/A

Há anos Mário Quintana nos fez alguns questionamentos pessoais: A que mundo pertenço, quem urde eternamente a trama de tão velhos sonhos?

Por | @dani_publica Carreira em TI

Criar expectativas.
Inúmeros processos e passos envolvem a dinâmica diária em que somos expostos em busca do perfeito. Enfim, do mínimo que precisamos deixar em ordem para que fatos e obrigações aconteçam ao nosso redor. Poucas coisas me deixam mais perplexas do que a falta da capacidade humana em ser mais e melhor. Buscamos a intensidade, resultados constantes dos investimentos que fazemos. Existe flexibilidade em sua rotina para você realizar alguma atividade pessoal?

Temos o dever de separar um tempo para "você" e para o S/A; eu explico:
Você sabe o que precisa fazer para cumprir seus prazos, seus objetivos profissionais, sua rotina de afazeres, sejam eles quais forem ou para quem forem. Tempo é uma questão de ponto de vista, comece a refletir sobre como isso afeta sua vida. O você envolve capacidade sem futilidade que domina nossa visão estreita de desejos e vontades. Eis aqui uma dinâmica interessante em favor da pró-vida: determinação.

O S/A faz parte do seu universo profissional-lateral. Seu trabalho não é sua vida, é um meio de relacionar-se com pessoas e idéias que lhe permitem ganhar dinheiro, experiência e reconhecimento. Muitas pessoas misturam trabalho com a vida pessoal e não conseguem com isso ser feliz onde quer que estejam atuando. Sua postura é importante, por isso sempre repito: queime idéias e não a cabeça.

Não seja uma sombra, apenas o melhor que puder ser; e quando quiser realmente ser. Se tudo depende exclusivamente de você, como transformar sua vida em um peso e a mesma medida?, a dose extra está certamente na resposta que precisamos forjar quando passamos por cima de nossos limites para algo ou alguém. Passamos a maioria do tempo dando desculpas e criando situações desconfortáveis e sem controle.

Por isso quando bater a vontade de sair correndo vá e deixe por alguns segundos este vital momento tomar conta do seu corpo e mente. Somos capazes o suficientes para fazer a volta e começar tudo de novo. É nesse exato momento que você começa a se questionar o que tem feito, como tem feito e para quem. O fundamental é saber aliar persistência e visualização; um peso e duas medidas tão coerentes que ainda não aprendemos a colocar em pratica.

Mais sobre: carreira, você
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários