Como pensar melhor para acertar mais

Desenvolver um raciocínio preciso e aumentar a velocidade de seu pensamento traz resultados eficientes e coerentes. Como diria Henry Ford: “Pensar é o trabalho mais difícil que existe, talvez por isso que tão poucos se dedicam a ele”.

Por | @dani_publica Carreira em TI

Desenvolver um raciocínio preciso e aumentar a velocidade de seu pensamento traz resultados eficientes e coerentes. Como diria Henry Ford: “Pensar é o trabalho mais difícil que existe, talvez por isso que tão poucos se dedicam a ele”.

A capacidade da mente interfere na influência do trabalho realizado, na compreensão do mundo em constante transformação e na habilidade de nos diferenciarmos dos outros.

Estratégias de planejamento e organização desenvolvem a capacidade de lidar com mudanças e aprimorar ações. No entanto existem algumas regras que bem aplicadas auxiliam e nos impulsionam a criatividade assertiva. Para colocarmos em prática algumas fórmulas, precisamos dominar algumas ferramentas que não apenas fazem a diferença, mas somam preciosos pontos:


  1. Obter a habilidade para processar pensamentos mais rapidamente;
  2. Ter maior capacidade mental para manter e utilizar informações;
  3. Aumentar os conhecimentos úteis ao trabalho, estudo ou laser;
  4. Administrar melhor a informação e a capacidade de hierarquiza-la;
  5. Ampliar a capacidade de pensar estrategicamente;
  6. Adquirir mais habilidade para solucionar problemas;
  7. Desenvolver uma visão global para analisar as situações como um todo, em vez de apenas em partes;
  8. Expandir a habilidade de ver um assunto sob diferentes perspectivas;
  9. Ampliar a confiança na voz interior e na intuição.


O que precisamos compreender é que poucos profissionais são capazes de utilizar tudo o que o cérebro oferece. É preciso harmonizar e aperfeiçoar as dicas passadas acima e realiza-las cotidianamente. Nem sempre é fácil coloca-las em prática, pois diversos são os fatores que conduzem ao erro, como por exemplo, achar que ser prático implica em ser sempre racional, ledo engano.

Acertar é o fator predominante em uma campanha ou negócio, por isso planejar com cautela envolve não somente estes importantes conceitos citados, mas a capacidade de aproximar pessoas, respeitando e discutindo diferentes opiniões. A maior parte das atividades que executamos, as quais o consumidor é indiferente, tem lugar nos bastidores. Poucos consumidores, por exemplo, refletem sobre como seus cereais favoritos chegam as prateleiras ou como a Dell Computer pode entrar em domicílio, no prazo de alguns dias, um computador com a configuração solicitada pelo cliente. De fato a maioria nunca considera tais questões, a não ser que algo saia errado. Citei apenas uma entre inúmeras falhas que podem ocorrer, por isso é fundamental que a empresa revise suas estratégias durante sua execução.

Estratégias muito bem sucedidas hoje não funcionarão amanhã. Hoje os consumidores compram produtos e serviços que amanhã não irão interessar mais. Embora frustrantes, desafios tornam o profissional extremamente interessado e por conseqüência preocupado. Mudanças em nossos valores culturais – os princípios que norteiam o dia-a-dia também podem criar barreiras e oportunidades para os profissionais. Os valores influenciam o modo como vivemos, as decisões que tomamos, o trabalho que executamos e as marcas que consumimos.

Não esqueça: profissionais perspicazes utilizam informações para fazer refletir seus valores predominantes nos produtos/serviços que desenvolvem e na propaganda que criam.

Por isso, enquanto considerarmos metas, mais importantes que valores, continuaremos cometendo os mesmos erros e cairemos dia após dia na mesma questão: Empresas e pessoas devem ser capazes de executar as três tarefas de estratégia: Possuir excelência, liderar e criar intimidade com o consumidor. Mas o que poucos realmente compreendem é que o sucesso depende do destaque. Talvez essa seja a grande chave da questão: saber aliar coerência e competência.

Entender necessidades e desejos é uma consideração importante. Alguns profissionais ainda buscam alternativas que os façam se sobressair no meio, mas o que vemos por aí são profissionais dispersos e pouco atentos em estar de fato do outro lado da moeda. Não há entendimento e por essa razão ainda é comum visualizarmos números ao invés de pessoas.

Poucos de verdade compreendem que a missão de uma pessoa é um detalhe para outra e ao aceitar o valor que ele coloca no que você tem a dizer, você demonstra compreensão, e isso equivale a um grande depósito de confiança – premissa básica para o sucesso de qualquer empreendimento ou ação pessoal.

Mais sobre: carreira pensamentos habilidade
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar