Redes cooperativas

Uma rede cooperativa consiste de duas ou mais redes de computadores cooperandos entre si, compartilhando acessos a informações, dados, arquivos, perifericos e etc.;

Por | @oficinadanet Hardware
Uma rede cooperativa consiste de duas ou mais redes de computadores cooperandos entre si, compartilhando acessos a informações, dados, arquivos, perifericos e etc.;

Nos dias de hoje com o crescimento da internet e da tercerização empresarial, é muito comum vermos redes cooperando com outras, pois há uma nececidade de disponibilizar acesso a outras redes para garantir maio eficiência e agilidade ao negócio.

As redes cooperativas podem cooperar interligadas localmente e distribuídas via sub-redes em ambientes cooperativos empresarial ou até mesmo pela internet. Muitos usam da Intranet para compartilhar informações, isto é uma forma de rede cooperativas, tornando disponível informações particulares e privadas a outras redes. Independente do meio ou do que está se disponibilizando uma rede cooperativa consiste em apenas cooperar de alguma forma para com terceiros.

Além das fusões entre as organizações, as parcerias estratégicas e as formas de comunicação avançam de tal modo que a infra-estrutura de rede - de vital importância para os negócios - passa a ser uma peça fundamental para todos. Esse contexto atual, de grandes transformações comerciais e mercado lógicas, somado à importância cada vez maior do papel da Internet, faz com que um novo ambiente surja, no qual múltiplas organizações trocam informações por meio de uma rede integrada.

Informações técnicas, comerciais e financeiras, necessárias para o bom andamento dos negócios, agora trafegam por essa rede que conecta matrizes de empresas com suas filiais, seus clientes, seus parceiros comerciais, seus distribuidores e todos os usuários móveis.

A complexidade dessa rede heterogênea atinge níveis consideráveis, o que implica em uma série de cuidados e medidas que devem ser tomados, principalmente com relação à proteção das informações que fazem parte dessa rede. Esse ambiente, em que a rápida e eficiente troca de informações entre matrizes, filiais, clientes, fornecedores, parceiros comerciais e usuários móveis é um fator determinante de sucesso, é chamado de ambiente cooperativo.

O ambiente cooperativo é caracterizado pela integração dos mais diversos sistemas de diferentes organizações, nos quais as partes envolvidas cooperam entre si, na busca de um objetivo comum: velocidade e eficiência nos processos e nas realizações de negócios, que representam os elementos-chave para o sucesso de qualquer tipo de organização.

Problemas nos Ambientes Cooperativos



A propriedade determinante dos ambientes cooperativos é a complexidade que envolve a comunicação entre diferentes tecnologias (cada organização utiliza a sua), diferentes usuários, diferentes culturas e diferentes políticas internas. O conjunto de protocolos da suíte TCP/IP e a Internet possibilitaram o avanço em direção aos ambientes cooperativos, ao tornar possíveis as conexões entre as diferentes organizações, de modo mais simples e mais barato que as conexões dedicadas. Porém, essa interligação teve como conseqüência uma enorme implicação quanto à proteção dos valores de cada organização.

Algumas situações que refletem o grau de complexidade existente nos ambientes cooperativos podem ser vistas quando são analisadas, por exemplo, as conexões entre três organizações (A, B e C). Como proteger os valores da organização A, evitando que um usuário da organização B acesse informações que pertencem somente à organização A?

Pode-se supor uma situação em que os usuários da organização B não podem acessar informações da organização A, porém os usuários da organização C podem fazê-lo. Como evitar que os usuários da organização B acessem informações da organização A, por meio da organização C?

Como pode ser visto na figura, isso constitui um caso típico de triangulação, na qual uma rede é utilizada como ponte para uma outra rede. Neste exemplo, usuários da organização B podem acessar as informações da organização A, o que é proibido, utilizando a estrutura da organização C como ponte.

Os problemas decorrentes dessa situação são gigantescos, pois a organização B pode ter acesso a informações confidenciais da organização A, sem que ela sequer tome conhecimento desse fato, pois o acesso ocorre por intermédio da organização C.

Além das triangulações, um outro problema que pode ocorrer em um ambiente cooperativo é o aumento da complexidade dos níveis de acesso. Isso pode ser visto em um exemplo no qual os usuários da organização A podem acessar todos os recursos da organização, enquanto os usuários da organização cooperada B podem acessar somente determinados recursos específicos, como, por exemplo, informações sobre produtos e o setor financeiro. Somado a isso, há o fato de que os usuários da Internet não podem acessar nenhum recurso da organização A, enquanto a organização C tem acesso irrestrito aos recursos da organização A.

Essa situação demonstra o grande desafio de controlar os acessos em diferentes níveis, que pode se tornar mais complexo ainda, se diferentes usuários da organização B necessitam acessar diferentes recursos da organização A. Ainda nesse exemplo, pode-se ver novamente o problema da triangulação, de modo ainda mais crítico: os usuários da Internet podem chegar a organização A, caso a organização B ou C tenha acesso a Internet.

Fonte: Wikipédia

Mais sobre: redes cooperativas
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter